14 C
Piçarras
quarta-feira 29 de maio de 2024


Engenheiros deverão fazer nova vistoria na obras da Boca da Barra

Ouça a Matéria

Uma equipe de engenheiros do Ministério da Integração Nacional deve fazer nos próximos dias uma vistoria técnica na obra de desassoreamento e fixação da foz do Rio Itapocu, no final da rua Armando Petrelli, em Barra Velha. A informação é do prefeito Samir Mattar (PMDB) e do secretário de Planejamento e Negócios Jurídicos Eurides dos Santos.
Eurides esteve dia 25 reunido com integrantes dos Ministérios da Integração Nacional e Aqüicultura e Pesca, em Brasília. O secretário comunicou oficialmente que a Prefeitura determinou a paralisação temporária da construção do segundo molhe, o molhe do lado sudeste, em virtude da falta de recursos próprios para a continuidade dos serviços.
Samir frisa que já foi possível concluir o primeiro molhe, e 40% do segundo está concluído, mas para a empresa Baltt Terraplenagem, de Balneário Piçarras, dar continuidade ao trabalho, será necessária a liberação de verbas federais já previstas. Daí a necessidade da vistoria federal. Em Brasília, Eurides conversou com o chefe de gabinete do Ministério da Integração Nacional, Gelson Luiz Albuquerque, e também com a ministra da Pesca, Ideli Salvatti.
Ideli reafirmou seu compromisso com a dragagem do Rio Itapocu que será custeada pelo ministério, e solicitou que a Prefeitura envide esforços para concluir logo o segundo molhe, a fim de que ela proceda a liberação do desassoreamento.
Juntamente com Eurides e com o deputado federal José Carlos Vieira, a ministra tratou também do apoio do Governo Federal às obras do Mercado Público do Pescado, previsto para a margem da Lagoa, na região da Praça da Bíblia. Ela destacou que o plano técnico da obra, que contará com uma fábrica de gelo também subsidiada pelo ministério, está aprovado.
O Ministério da Pesca, entretanto, cancelou o empenho de recursos feito no ano passado, em virtude da nova Lei Orçamentária Anual (LOA) e da própria transição do Governo Federal. Ideli adiantou que os recursos para a obra precisam agora ser enquadrados na nova LOA de 2011, prevista para o próximo mês de fevereiro. “A ministra, entretanto, frisou que vai honrar seu compromisso de apoio a Barra Velha, não apenas na obra do Mercado do Peixe mas também com a obra da boca da barra”, destaca Samir.
 

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você