16.7 C
Piçarras
quarta-feira 17 de julho de 2024


Moradores definem manutenção de mão única

Ouça a Matéria

Através de um pedido da Câmara de Vereadores, aconteceu na quarta-feira, 23,uma audiência pública para discutir sobre trânsito no bairro Itajuba, em especial sobre a mão única da Avenida Itajuba, a principal via comercial da localidade. Fluxo será mantido.
A reunião foi definida na semana anterior durante uma sessão ordinária na Câmara de Vereadores. Com a presença de 150 moradores houve uma votação sobre a aprovação ou rejeição da mão única, que resultou em 70% de aprovação para sentido único da avenida e 30% contra.
Também na audiência houve um pronunciamento a favor de manter a Rua José Quintino Pereira no jeito em que está. Diretoria de Trânsito da Prefeitura irá criar um pequeno corredor isolado na Rua José Quintino visando a circulação das crianças que saem das aulas da Escola Básica Municipal Manoel Antônio de Freitas com mais segurança.
De acordo com o procurador da Prefeitura e moderador da audiência, Eurides dos Santos, num prazo de vinte dias serão tomadas as providências para melhorar a segurança de pedestres na rua.
Desde a segunda-feira a Associação Comunitária de Desenvolvimento de Itajuba (ACDI) tinha colocado nas ruas uma enquete para saber o grau de satisfação das mudanças do trânsito no bairro, porém a audiência aconteceu de forma prévia ao encerramento da consulta pública.
A coordenação do programa “Prefeitura nos Bairros”, formada por Loureci Freitas e Juarez Silva, além do diretor de Trânsito Pablo Raulino também marcou presença.
Eurides ficou a disposição dos requerimentos dos moradores presentes e ouviu depoimentos de comerciantes com posições a favor e contra. O secretário ainda confirmou que caso a decisão fosse pela manutenção do trânsito da forma como está, iria providenciar o isolamento do corredor de trânsito na região da saída dos estudantes da Manoel de Freitas numa extensão de 1,5m, colocar lombadas e melhorar as condições de acesso no sentido norte/sul. As posturas a favor e contra se cornaram acaloradas e foi até necessário chamar a ordem do público presente. A votação acabou dando prioridade à manutenção da mão única.
Durante a audiência também usaram a palavra o ex-presidente da Câmara de Vereadores, Jair Bernardo e o atual presidente, Valdir Tavares.
O presidente da ACDI, Norbert Dohnau, afirmou que a consulta aos moradores terá continuidade apesar do resultado da audiência e questionou o prazo de antecedência da reunião. “A realização da audiência foi somente transmitida pela rádio, nenhuma outra mídia impressa divulgou sobre a audiência. Eu mesmo nem fui convidado”, comentou Norbert. Segundo o presidente, realizando uma consulta nas ruas, ninguém dos comerciantes que trabalham sobre a avenida principal sabiam sobre a audiência. “Sabendo da decisão da consulta definiremos nossa posição e entraremos na justiça se for necessário”, encerrou o presidente.
Ernesto Kanzler, líder comunitário do bairro e presidente do Conselho de Segurança (Conseg), elogiou a postura democrática e ordeira durante a audiência, e agradeceu ao vereador Valdir pela participação.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você