24 C
Piçarras
quinta-feira 18 de abril de 2024


Balneário Piçarras e Penha confirmam reajuste do IPTU 2017

Ouça a Matéria

As Prefeituras de Balneário Piçarras e Penha definiram os percentuais de reajuste para a cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2017.  Os boletos já estão disponíveis pela internet, mas também serão enviados pelo Correio.

O IPTU de Balneário Piçarras terá reajuste de 7,87%. Os residentes no município poderão retirar o carnê na Prefeitura, ano que vem, ou através da internet. Quem reside fora, receberá pelo correio. Em www.picarras.sc.gov.br há um link específico chamado “Emissão de guias de IPTU”. Nele, pelo CPF, o contribuinte pode imprimir os boletos. 

O reajuste em Penha é um pouco maior: 8,63%. A Prefeitura antecipou que vai enviar os boletos para pagamento através do Correio. Há também a opção de retirar as guias através do portal virtual da Prefeitura ou no próprio setor de Tributação. No portal de Penha, www.penha.sc.gov.br, o caminho para impressão é pelo link Portal do Cidadão.

Os reajustes são atribuídos ao valor inflacionário acumulado ao longo do último ano, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

 

VENCIMENTOS E DESCONTOS

Em Balneário Piçarras há três opções de pagamento. Quem pagar à vista até o dia 10 de fevereiro, ganha 10% de desconto. Quem optar pelo pagamento a vista em 20 de fevereiro, ganha 5%. Há ainda a opção parcelada, com vencimento da primeira parcelada em 10 de fevereiro. O setor de Tributação da Prefeitura citou ainda que quem pagou o IPTU 2016 parcelado e sem qualquer atraso, ganhará automaticamente mais 10% de desconto.

Em Penha, também há três opções: 10% para pagamento à vista até dia 30 de janeiro, 5% para quitação até 20 de fevereiro ou, ainda, parcelado. A primeira parcela vence em 30 de janeiro e as outras no dia 20.

 

ARRECADAÇÃO

Balneário Piçarras lançou cerca de 22,5 mil carnês e espera arrecadar R$ 14 milhões. A Prefeitura ainda não calculou o percentual de inadimplência do último ano.

Penha tem cerca de 23 mil carnês, estimando R$ 16 mil em receita. O percentual de inadimplência está beirando os 50%. 

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você