19.4 C
Piçarras
segunda-feira 22 de abril de 2024


Alunos escrevem sobre Bal. Piçarras em concurso nacional

Ouça a Matéria

Para a poeta piçarranse Ivone Maria Pires, Piçarras não era só um município qualquer. “Praia de Piçarras, és uma maravilha, teus encantos são sem par! És rainha, banhada em luar!”, dizia a poeta, que morreu em 7 de agosto, há 25 anos. Já para o escritor, poeta e jornalista Gilberto Cardozo, igual a Piçarras também não há. “Piçarras és meu solo, meu colo, meu alento”, descreve Gilberto em uma de suas poesias sobre a cidade.
Em agosto, alunos do quinto e sexto ano do ensino fundamental das escolas públicas de Balneário Piçarras também terão a oportunidade de mostrar poeticamente como vêem a cidade onde moram. Esses alunos elaboraram uma poesia sobre o lugar onde vivem e estão participando da Olimpíada de Língua Portuguesa ‘Escrevendo o Futuro’. Até 16 de agosto, os textos dos alunos serão avaliados para a comissão julgadora de cada escola do município.
Em Piçarras, porém, não é só poesia que os alunos estão escrevendo. Depois de conhecerem um pouco da realidade do município, de entrarem em contato com antigos moradores e estudarem a fundo sobre os gêneros literários, os professores trabalharam com os estudantes a elaboração de textos, conforme a exigência para cada ano do ensino fundamental e médio.
São quatro gêneros. Alunos do quinto e sexto ano do ensino fundamental vão trabalhar a poesia; sétimo e oitavo ano, memória; nono ano do ensino fundamental e primeira série do ensino médio, crônica; segunda e terceira séries do ensino médio, artigo de opinião, tudo com o tema “O lugar onde vivo”.
Nesta primeira etapa municipal, 15 textos de cada categoria serão enviados pela Secretaria da Educação para a etapa estadual. No total, são selecionados até 500 textos semifinalistas do Estado.
Os 500 alunos semifinalistas e seus respectivos professores ganham medalhas e livros e viajam para uma capital do Brasil, de acordo com a categoria em que estão inscritos. Nessa etapa, participam de atividades culturais e de formação. Na ocasião, os alunos aperfeiçoam seus textos e acontece a Comissão Julgadora Regional. Ao final do encontro, são selecionados até 152 finalistas. Em novembro, acontece um encontro nacional em Brasília para anunciar os 20 vencedores nacionais (cinco de cada categoria).

No país
Conforme dados do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), entidade que coordena as atividades da segunda edição da olimpíada, participam do concurso cerca de 60 mil escolas de 5.488 municípios e 239 mil professores. Na página eletrônica da olimpíada, escolas e professores têm acesso ao calendário com as cinco etapas do concurso, a premiação e telefones de contato. A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é promovida pelo Ministério da Educação e pela Fundação Itaú Social e coordenada pelo Cenpec.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você