21.2 C
Piçarras
quinta-feira 23 de maio de 2024


Olimpíadas de Matemática mobiliza escolas

Ouça a Matéria

Mais de 19 milhões de estudantes do sexto ao nono ano do ensino fundamental e das três séries do ensino médio participaram nesta terça-feira, 8, nas escolas, das provas da primeira fase da 6ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). No conjunto, são 19,6 milhões de alunos de 44,7 mil escolas dos 26 estados e do Distrito Federal.
De Balneário Piçarras, foram cerca de 1,5 mil alunos das quatro escolas municipais e das duas escolas estaduais. Das municipais, a participação aconteceu com 910 alunos apenas nos níveis 1 e 2, que são do ensino fundamental (5 a 8 séries), assim como na escola estadual Adolfo Cabral. No nível três, do ensino médio, apenas a EEB Alexandre Guilherme Figueredo participou da seleção.
Na etapa escolar, as questões da prova foram objetivas (múltipla escolha), aplicadas e corrigidas pelos professores, que devem seguir as instruções e gabaritos elaborados pela direção acadêmica da Obmep. Os alunos selecionados farão as provas da segunda fase em 11 de setembro, às 14h30. Desse grupo de alunos sairão os 500 medalhistas de ouro, 900 de prata e 1,8 mil de bronze, além de 30 mil com menção honrosa. A divulgação dos vencedores está marcada para 26 de novembro.
Promovida pelos ministérios de Ciência e Tecnologia e da Educação, a Obmep é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e pela Sociedade Brasileira de Matemática (SBM). Entre os objetivos do concurso estão incentivar o ensino de matemática e descobrir talentos nas redes públicas.

História do Brasil
Alunos e professores da rede pública estadual e privada também poderão enfrentar outro desafio escolar na 2ª Olimpíada Nacional em História do Brasil, que está com inscrições abertas até o dia 6 de agosto. A competição é promovida pelo Museu Exploratório de Ciências da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Poderão participar alunos regularmente matriculados na 8ª e na 9ª séries do ensino médio de escolas públicas e privadas de todo o Brasil. Cada equipe será composta por três estudantes e um professor de História. A taxa por equipe é de R$ 15 para as escolas públicas e R$ 35 para as particulares. As escolas, alunos e professores participantes serão presenteados com medalhas de ouro, prata, bronze e certificados. As bibliotecas das escolas vencedoras receberão doações para seus acervos, incluindo a assinatura da Revista de História da Biblioteca Nacional, pelo período de um ano. Durante a grande final presencial, os estudantes participarão de atividades de interação e os professores de uma oficina de trabalho.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você