19.1 C
Piçarras
terça-feira 28 de maio de 2024


Começam as visitas do Projeto Olhar de Perto

Ouça a Matéria

O VI Levantamento Nacional sobre o Consumo de Drogas entre Estudantes do Ensino Fundamental e Médio da Rede Pública e Privada nas Capitais Brasileiras, concluído em 2010, mostrou diminuição de 49,5% no uso de drogas ilícitas entre estudantes da rede pública do país, na comparação com a última pesquisa, realizada em 2004. Esse cálculo levou em consideração o uso, continuado ou não, no ano, de solventes/inalantes, ansiolíticos, anfetamínicos, cocaína, maconha, crack e anticolinérgicos. Somente no caso da cocaína não foi observada redução do consumo.
O resultado da pesquisa ainda não é motivo de comemoração, porque muito há que avançar. Mas, apostando na prevenção do uso entre os estudantes, a Associação Terapêutica Sítio Caminho Novo retomou a parceria com a Prefeitura de Balneário Piçarras para a reativação do Projeto Olhar de Perto. O projeto, desenvolvido por cinco anos no município, leva estudantes das séries finais do ensino fundamental para conhecer de perto a realidade dos dependentes que já entraram nas drogas e agora buscam a reabilitação.
Segundo o coordenador do projeto, Gilberto Cardozo, em 2011 o projeto vai atuar principalmente com as 7ª e 8° séries, um público mais seleto e que deve estar mais consciente dos perigos das drogas para sua vida, sua família e para a comunidade. “Os alunos farão visitas quinzenais ao Sítio, com o acompanhamento técnico de um psicólogo e meu e depois podem discutir na escola o assunto de prevenção às drogas com os colegas e professores”, lembra Cardozo.
A intenção é fazer com que as crianças e as escolas sintam-se estimuladas a discutir a problemática das drogadição e do alcoolismo na comunidade. “Os alunos saem conhecendo bastante sobre prevenção com as aulas do Proerd na 4ª série. Aqui eles podem acompanhar de perto a dificuldade de quem não ouviu as lições, entrou no mundo das drogas e hoje não consegue sair sozinho”, destaca.
Nos cinco anos de atuação do Olhar de Perto, as parcerias da Prefeitura e de empresas foram fundamentais para o funcionamento. “São essas entidades e empresas que nos ajudam a manter o projeto sempre atuante. Estão apoiando o projeto, mas principalmente investindo num futuro longe das drogas para essas crianças e jovens de nossa comunidade”, avaliou Cardozo.
Para ajudar a patrocinar o Projeto Olhar de Perto, basta entrar em contato com o coordenador Gilberto Cardozo pelo telefone (47) 99790806.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você