22.8 C
Piçarras
quarta-feira 24 de abril de 2024


Reforma em escola estadual sem data definida

Ouça a Matéria

Depois de quase um ano de demoras para a reforma emergencial da Escola Estadual David Pedro Espíndola, a Secretaria de Desenvolvimento Regional do Estado, em Joinville, estaria perto de conseguir a aprovação dos recursos de R$ 167 mil do Governo.
A designação de um novo Secretário da SDR na região Norte, beneficiaria o repasse de verbas no município.
Através de uma ação do Ministério Público, o juiz da Comarca, Edson de Oliveira, solicitou em 2010 agilidade à União na liberação de verbas para as reformas. A estrutura do telhado, o forro e o sistema elétrico do prédio, deveriam ser trocados com urgência já que o prédio funciona sem Alvará dos Bombeiros Militares há vários anos e foram levantadas situações de risco em algumas das suas salas.
Segundo o gerente de Licitações da SDR de Joinville, Sebastião Bruhmuller, a empresa ganhadora da licitação para a reforma da obra foi a VMZ, de propriedade do ex-prefeito Valter Marino Zimmermann. “Falta a homologação do projeto em Florianópolis. Solicitamos recentemente agilidade para poder iniciar com as obras. Acredito que com a designação do novo secretário Romualdo França estes tipos de recursos começarão a ser agilizados”, explicou Sebastião.
Para o ex-prefeito Valter Zimmermann somente está faltando que a empresa dê a ordem de serviço. “Vamos executar a obra toda, cobertura, telhado, forro e sistema elétrico”, comentou.
Para a diretora da escola, Rosina Maria Borges Coelho, seria importante que existisse uma reunião com a empresa que vai executar o trabalho para que as obras não atrapalhem o andamento das aulas. “Hoje temos 900 alunos na escola. Pelo fato de ter sala de computação, sala de vídeo e laboratório, seria possível fazer um rodízio com as diferentes turmas, transferindo os alunos para estas salas enquanto as obras vão sendo agilizadas”, explicou a diretora.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você