26.2 C
Piçarras
terça-feira 16 de abril de 2024


Com a mão direita

Ouça a Matéria

Uma estreia com pé direito, ou melhor, mão direita. Com duas boas vitórias, o time sub-15 da Associação Desportiva e Recreativa de Balneário Piçarras (Adepi) iniciou sua trajetória no Campeonato Estadual de Basquetebol Feminino. Os jogos foram realizados no último final de semana, 7 e 8, quando a Adepi derrotou Criciúma e Araranguá, terminando a rodada na terceira posição da competição.
O primeiro jogo foi o mais difícil da primeira rodada de estreia. As meninas de Balneário Piçarras enfrentaram a Associação Desportiva Criciúma, diante de um bom público no Ginásio Aurélio Solano de Macedo, e mostraram ser capazes de lidar com a pressão. “Por se tratar de uma estreia, a equipe se portou bem e conseguiu uma boa vitória”, comemora o treinador, Oswaldo Moreira Junior. A Adepi venceu o jogo por 50 a 30.
No jogo seguinte, sábado, 8, a Associação Escolinha de Basquetebol (Esba) de Araranguá não mostrou perigo para as jogadoras piçarrenses. O placar final de 71 a 15 foi cópia fiel da supremacia da equipe da casa. “Foi um desempenho surpreendente. Com um basquete de velocidade e muita movimentação vencemos o segundo jogo com facilidade”, analisa Moreira. As duas vitórias deixam a equipe na terceira posição da competição, com o mesmos pontos dos líderes, apenas com número de cestas inferior.
A cestinha da equipe foi a jogadora Josiane Ferreira da Silva. Ela anotou 51 pontos (28 contra Criciúma e 23 contra Esba). Oswaldo ainda utilizou todas suas 12 atletas inscritas na competição nos dois jogos. “É bom para que todas ganhem ritmo de jogo e fiquem habituadas aos jogos de pressão”, explica. O time que participa do Estadual é o mesmo que no mês passado venceu os Jogos Escolares de Santa Catarina (JESC), destinado somente a jogadores com até 14 anos. “Essa equipe está sendo formada para o Campeonato do ano que vêm”, acrescenta.
Na próxima rodada, prevista para o dia 28, a Adepi vai a Jaraguá do Sul e Joinville enfrentar as equipes da casa. As duas equipes são consideradas grandes potências do basquetebol no Estado. “Se não pudermos vencer, iremos dificultar ao máximo para tentar um resultado positivo no futuro”, finaliza Oswaldo.
 

Foto por: Felipe Bieging |JC

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você