25 C
Piçarras
terça-feira 23 de abril de 2024


Paratleta de Balneário Piçarras conquista dois ouros em seletiva para o Nacional

Ouça a Matéria

O paratleta piçarrense, Marcelo Pocidonia, o Tem Tem, conquistou a medalha de ouro em duas modalidades na fase Regional Rio/Sul do Meeting Paralímpico – disputado no último dia 9, em Florianópolis. Na classe T11 (para atletas com deficiência visual quase total), Marcelo obteve a melhor marca no salto em altura e lançamento de disco, praticamente carimbando sua participação no Campeonato Brasileiro.

LEIA TAMBÉM: Marcelo Tem Tem receberá título de Cidadão Honorário de Balneário Piçarras

“Muita chuva, uma competição muito difícil, pois deixou o piso muito liso. Eu esperava um resultado um pouco melhor, se o setor tivesse seco, mas graças a Deus foram marcas boas. Eu acredito que ninguém vai fazer uma marca expressiva, pois está todo mundo parado por conta da pandemia”, disse o paratleta local, que perdeu a visão durante um acidente de trabalho em 1991.

“A princípio, estou classificado para o Brasileiro no salto em altura e lançamento de disco”, completou Marcelo, com seu otimismo habitual. Isso porque, “os melhores colocados se classificam para o Brasileiro, o Campeonato Nacional Loterias Caixa”, reforçou. Até o final do ano, outras 16 cidades brasileiras sediarão o Meeting, promovendo a definição dos paratletas que integrarão a competição nacional.

Marcelo ainda buscará participação em outra etapa – isso porque os regionais não ficam restritos a paratletas das localidades. “Vem paratletas de todos os lugares do Brasil, não somente dessas regiões. Quando participamos de um Meeting, temos condições de melhorar nossas marcas e ter uma classificação melhor”, explicou o paratleta, cidadão honorário de Balneário Piçarras.

A definição oficial de sua participação no Campeonato Brasileiro de Paratletismo deve acontecer até meados de dezembro. “Agora vou aguardar a realização dos outros regionais para que eu saiba qual foi a minha colocação no nacional, para saber se eu realmente consegui a vaga. Ainda vai depender dos resultados dos outros Meetings”, encerrou Marcelo, paratleta de 50 anos.

Na capital catarinense, participaram a ícone do atletismo Ádria Santos, atleta paralímpica com mais medalhas na história do país (com 13 medalhas em Jogos Paralímpicos) e o saltador Flávio Reitz, que representou o país nos Jogos de Tóquio no último mês de agosto.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você