20.6 C
Piçarras
terça-feira 18 de junho de 2024


Balneário Piçarras anuncia criação de escolinhas de paradesporto

O trabalho esportivo será desenvolvido com alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais e alunos da rede municipal de ensino - para atender Pessoas com Deficiência

Ouça a Matéria

A Secretaria de Esporte e Lazer (Semel) apresentou o projeto de implantação de escolinhas de paradesporto no município. O trabalho esportivo será desenvolvido com alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e alunos da rede municipal de ensino – para atender Pessoas com Deficiência (PcD). “O esporte sempre terá protagonismo em nosso governo”, afirmou o prefeito, Tiago Baltt (MDB).

As escolinhas desportivas vão atender crianças e adultos PcD no espaço da Associação Sênior Piçarras (ASP), que serão orientadas pelo técnico da Seleção Brasileira de Paradesporto, Sidney Alexandre Reinhold. Ao longo dos próximos dias, as modalidades ofertadas e a frequência de aulas serão definidas com base na demanda – a tendência é de que as aulas comecem já na próxima semana.

Marcelo Tem Tem é paratleta multicampeão nacional do salto em altura

“Queremos melhorar a qualidade de vida de pessoas com alguma deficiência, possibilitando uma melhora nas funções corporais, mentais, psicossociais, oportunizando experiências, realizando treinamentos na nossa cidade e em outras cidades da região e do estado, buscando intercâmbio com outras equipes esportivas, amistosos, desafios com atividades descontraída e prazerosa”, comentou o secretário da Semel, Bira Junior.

O paratleta piçarrense de salto em altura (deficiência visual), Marcelo Pocidonia, o Tem Tem, participou da reunião – que cravou o início das escolinhas na cidade. Para ele, essa é uma vitória da inclusão. “A gente fica muito feliz. Essa é uma luta de muito tempo e agora está acontecendo. A gente tem muitos projetos, esse ano vai acontecer muita coisa boa, coisas que Balneário Piçarras nunca viu. Como falamos no projeto, não estamos pensando em medalhas neste momento, a gente pensa em inclusão. Trazer essa gurizada nova, os alunos da APAE e promover a inclusão. Na cidade, nós temos mais de duas mil pessoas com deficiência e onde está esse povo? Vamos buscá-los e promover a inclusão através do paradesporto”, narrou.

“Como falamos no projeto, não estamos pensando em medalhas neste momento, a gente pensa em inclusão. Trazer essa gurizada nova, os alunos da APAE e promover a inclusão. Na cidade, nós temos mais de duas mil pessoas com deficiência e onde está esse povo?”

MARCELO TEM TEM, PARATLETA PIÇARRENSE

A diretora pedagógica da Apae, Gisele Amaral, também se fez presente na apresentação e destacou que o projeto “é um avanço na inclusão social dentro do município e uma oportunidade de inserir os nossos alunos que já têm tendências e habilidades esportivas. Temos alunos que foram medalhistas no Parajasc (Jogos Paradesportivos de Santa Catarina) e o projeto vai dar oportunidades para eles enquanto atletas”. A Apae de Balneário Piçarras atua desde 1991 na defesa e garantia de direitos, prevenção, orientações, atendimento e apoio à família, direcionadas à melhoria da qualidade de vida da Pessoa com Deficiência e à construção de uma sociedade justa e solidária.

ASP É PARCEIRA

A ASP vai disponibilizar o espaço gratuitamente para a prática desportiva. “A Diretoria da ASP entende ser de grande importância este trabalho com as Pessoas com Deficiência, procurando desenvolver o seu potencial para o esporte e, com isto, contribuir para a inclusão social”, complementou o tesoureiro da entidade, Elço Poleza.

1 COMENTÁRIO

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
Barra Velha implanta o paradesporto na grade de atividades extracurriculares
1 ano atrás

[…] LEIA TAMBÉM: Balneário Piçarras anuncia criação de escolinhas de paradesporto […]

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você