24 C
Piçarras
quinta-feira 18 de abril de 2024


Ex-gerente da UPA rebate acusações de calote

Ouça a Matéria

O ex-gerente da Unidade Prisional Avançada de Barra Velha, Sandro Maciel, que atualmente atua no presídio de Blumenau, informou no dia 8 de outubro que tomará medidas judiciais contra comerciantes de Barra Velha como Benício Abreu da Silva, que o acusaram de calote nas contas da finalização da obra da unidade do bairro Vila Nova.
Sandro rebateu as declarações de Benício explicando que tanto Benício quanto o outro empresário envolvido não teriam as certidões negativas para trabalhar para o Estado e que a dívida deve ser paga pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP). Segundo explicou Sandro, uma vez que os empresários resolvessem suas pendências com o Estado e regularizarem suas documentações poderão receber o dinheiro. O ex-gerente também assegurou ter explicado a situação aos empresários antes do início dos trabalhos e adiantou que vai entrar com uma ação indenizatória contra Benício por danos morais por ter divulgado a situação na mídia.
Benício tinha executado um trabalho emergencial para a inauguração da UPA por um valor superior a R$2.500 mil e poderá inclusive abater a dívida existente com parte do trabalho prestado.
“Eu só precisaria de licitação se fossem gastos acima de oito mil reais, o que não era o caso. A situação era de emergência – precisávamos tirar os presos da cadeia de Barra Velha, e por isso, pela situação de emergência decretada, não precisa de três orçamentos para executar gastos emergenciais”, explicou Sandro.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você