14 C
Piçarras
quarta-feira 29 de maio de 2024


Casan confirma antecipação de obras de saneamento em setores do bairro Itacolomi

Redes coletoras serão implantadas em duas avenidas, no trecho da Rua Vitor Zimmermann (3500) até a Rua 1002 (limite com Barra Velha)

(FOTO, FELIPE FRANCO, JC)
Ouça a Matéria

A Prefeitura de Balneário Piçarras e a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) entraram em acordo para antecipação das metas de tratamento de esgoto em setores do bairro Itacolomi. A concessionária espera iniciar, em cinco meses, a implantação da rede coletora nas avenidas José Temístocles de Macedo (Beira-mar) e Nereu Ramos, especificamente no trecho da Rua Vitor Zimmermann (3500) até a Rua 1002 (limite com Barra Velha).

A confirmação veio após reunião entre a gestão municipal e a presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos, no último dia 19, no gabinete do prefeito Tiago Baltt. A antecipação vai ao encontro de pedido do Governo Municipal, que tem projetos de engenharia voltados a revitalizar as duas avenidas, situação que evitaria futuros prejuízos com a destruição parcial da pavimentação e passeio para implantação das profundas redes.

Reunião com a cúpula da Casan definiu a nova situação

“Muito importante o compromisso que estamos firmando com a Casan. É a demonstração da preocupação da administração pública com o tratamento de esgoto na cidade. Estamos aguardando a finalização dos projetos de revitalização das duas avenidas para convergir com a companhia as obras de urbanização”, destacou o secretário de Planejamento de Balneário Piçarras, Rodrigo Meirinho Morimoto.

A permissão sobre ligações dos imóveis à rede coletora não foi definida pela Casan, que ainda trabalha na elaboração dos projetos para tal antecipação. Para ser tratado, o esgoto da região Norte precisa ser trazido para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), localizada no bairro Santo Antônio, e que tem sua adutora principal localizada na Avenida Getúlio Vargas.

Hoje, 37% do município é coberto pelo sistema de tratamento de esgoto sanitário, que contempla toda a região central, com as bacias 1, 2, 3 e 4. Hoje, em Balneário Piçarras, são 2.551 ligações possíveis de serem realizadas junto ao sistema de tratamento de esgoto. O valor da tarifa de tratamento equivale a 100% sobre o valor da água tratada distribuída pela concessionária.  O sistema de esgotamento sanitário de Balneário Piçarras foi inaugurado em julho de 2020, após investimentos do Governo do Estado de Santa Catarina e da CASAN de R$ 55.721.742,50, financiados junto à Agência de Cooperação Internacional do Japão.

SEGUNDA ETAPA

Durante a reunião do dia 19, a Casan anunciou o início das obras da segunda etapa da instalação do sistema. As obras nas bacias 5 e 6, ficam da Rua José Bahia Bittencourt (Centro) até a Rua João Martins, devem começar em 60 dias. “Com a conclusão dessas bacias, o sistema poderá alcançar 50% de cobertura de tratamento de esgoto”, informou o Governo. O início dos trabalhos na região da Rua Vitor Zimmermann até a Rua João Martins ainda não tem data para iniciarem – região essa com grande volume de construção civil de prédios.

FAÇA A LIGAÇÃO DO IMÓVEL À REDE

O sistema de tratamento de esgoto de Balneário Piçarras está entre os mais modernos implementados pela Casan em Santa Catarina. A ETE local opera de modo totalmente automatizado. Está projetada para tratar até 110 litros por segundo de esgoto, ou 9,5 milhões de litros/dia – mas recebe somente 20 litros por segundo neste momento.

“Estamos com uma média de vazão de apenas 20 litros do segundo, muito abaixo da ideal. Teríamos que estar tratando pelo menos 70 litros por segundo”, explica o chefe da agência local da Casan, Lino José de Aviz Neto.  Isso ocorre porque muitos proprietários não providenciaram ainda a conexão de seus imóveis à rede coletora de esgoto – que tem a tarifa cobrada independente da ligação.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você