23 C
Piçarras
quarta-feira 17 de abril de 2024


Balneário Piçarras: Dentista suspeito de pedofilia e tráfico de drogas segue preso

“Entre setembro do ano passado e janeiro deste ano, ele teria importunado meninas nas ruas do município”; outras quatro famílias também prestaram queixa

Foto Ilustrativa
Ouça a Matéria

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) se manifestou oficialmente a respeito da prisão do dentista de Balneário Piçarras, R.V.S – realizada na tarde da última sexta-feira, 16. Em nota oficial publicada no final da tarde desta terça-feira, 20, o órgão confirmou a manutenção da prisão do suspeito e detalhou como ele agia: abordando as menores de idade em vias públicas. Ele é investigado pelos crimes de pedofilia e tráfico de drogas.

“Entre setembro do ano passado e janeiro deste ano, ele teria importunado meninas nas ruas do município”, detalhou a nota do MPSC. R.V.S teria agido em plena luz do dia, quando trafegava com seu veículo pelas ruas do município, abordando três meninas em ocasiões diferentes e fazendo-lhes gestos obscenos. Ele ainda teria proferido palavras de cunho pornográfico e convidado as menores de idade a entrarem em seu carro.

“Os depoimentos das mães das crianças, bem como imagens do veículo dele nos locais das abordagens, indicam a prática do crime”

“Os depoimentos das mães das crianças, bem como imagens do veículo dele nos locais das abordagens, indicam a prática do crime”, acrescenta o MPSC. Familiares de mais quatro supostas vítimas já denunciaram o investigado – que foi preso em seu consultório, no Centro de Balneário Piçarras. No sábado, 17, um dia após a Polícia Civil cumprir a prisão, ele passou pela audiência de custódia, quando sua prisão preventiva foi mantida.

Ao deferir a prisão preventiva solicita em investigação da Polícia Civil, o Juízo da 2ª Vara da Comarca de Balneário Piçarras pontuou que há elementos que revelam o completo descontrole sexual do investigado. “Solto, ele poderia efetivar a violência sexual contra crianças e adolescentes”, categoriza o comunicado do MPSC. A medida também é uma garantia de que o acusado não se afaste do município, uma vez que ele teria encerrado as atividades no local de trabalho.

A Promotora de Justiça da 2ª Promotoria de Justiça de Balneário Piçarras, Ana Laura Peronio Omizzzolo, reforça a importância de que outras possíveis vítimas do homem ou de uma situação semelhante denunciem os abusos à Polícia ou ao MPSC.

CONTEÚDO PORNOGRÁFICO

Em fevereiro, R.V.S foi alvo de mandado de busca e apreensão. Foram apreendidos com o investigado celulares com dezenas de fotos com conteúdo supostamente de pornografia infantil e mensagens indicando negociação de drogas há mais de um ano.

O artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente prevê como crime adquirir, possuir ou armazenar por qualquer meio fotográfico, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo ou pornografia envolvendo criança ou adolescente.

A reportagem busca contato com a defesa do suspeito. Assim que houver posicionamento, a matéria será atualizada.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você