20.4 C
Piçarras
quinta-feira 23 de maio de 2024


Censo 2022: IBGE aponta 27.127 habitantes para Balneário Piçarras

O Governo Municipal afirmou que está analisando os números antes de se pronunciar oficialmente

Foto, Felipe Franco
Ouça a Matéria

Os números do Censo 2022 para Balneário Piçarras foram cravados em 27.127 habitantes – cerca de mil a menos do número apresentado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na previsão de janeiro, quando os trabalhos estavam cerca de 95% concluídos. O Governo Municipal afirmou que está analisando os números antes de se pronunciar oficialmente.

Em janeiro, o IBGE informou que a cidade tinha 28.177 moradores. Naquela ocasião, restavam ainda 5% do território piçarrense a ser recenseado – além daqueles moradores que não foram localizados e tiveram um chamamento para que fornecessem seus dados através do telefone. O número de agora é 3,72% menor.

Com os números revelados, Balneário Piçarras registrou um crescimento de 58,84% em comparação com a última contagem populacional, em 2010, quando 17.078 habitantes foram atribuídos ao município do litoral norte.  Esse percentual coloca Balneário Piçarras com o 16º maior crescimento proporcional dentro do estado.

Diferente de municípios da região – que tiveram também a redução em comparação com as estimativas populacionais de 2021 – Balneário Piçarras cresceu 11,24%. Na ocasião, o IBGE constatou 24.385 habitantes.

SANTA CATARINA

Com 7.609.601 moradores, 21,8% a mais que a população recenseada em 2010, Santa Catarina é o segundo estado que mais cresceu no país nos últimos 12 anos conforme o Censo Demográfico 2022, que o IBGE publica nesta quarta-feira, dia 28. A população representa 3,75% das 203 milhões de pessoas recenseadas no Brasil e passa a ser a 10ª do país, ultrapassando o estado do Maranhão.

Com 1,36 milhão de pessoas a mais, o estado teve o segundo maior crescimento absoluto, atrás apenas de São Paulo que teve um acréscimo de 3,2 milhões. Em termos percentuais, o crescimento de SC foi 3,3 vezes maior que o índice de crescimento nacional de 6,5%, e ficou atrás apenas de Roraima, que subiu 41,3%.

“Agora fica comprovado em dados como Santa Catarina é o melhor estado do país para se viver. Somos destaque na qualidade de vida, na geração de empregos, na preservação das nossas belezas naturais. Não é à toa que brasileiros de outros estados e estrangeiros querem vir morar em SC para se tornarem catarinenses”, afirma o governador Jorginho Mello.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você