14.5 C
Piçarras
domingo 26 de maio de 2024


Ciclone extratropical causa prejuízos acima dos R$ 36 milhões na bananicultura de Luiz Alves

“Com o relatório finalizado, segue em busca de possibilidades para que o produtor possa recomeçar”

Ouça a Matéria

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Luiz Alves, Epagri/SC e Associação dos Bananicultores de Luiz Alves (ABLA) apontam para um prejuízo acima dos R$ 36 milhões na cadeia produtiva de bananas após a passagem do ciclone extratropical, dia 13. Na produção de hortaliças, os prejuízos ultrapassaram os R$ 400 mil.

“O Governo Municipal segue dando apoio aos produtores, estando presente na ABLA, em conversa com os agricultores e agora, com o relatório finalizado, segue em busca de possibilidades para que o produtor possa recomeçar”, pontua nota oficial do Governo Municipal. Os prejuízos incidem na derrubada de bananais e em galpões e estufas.


Luiz Alves conta com 621 estabelecimentos que exploram a atividade agrícola. Um total de 250 sofreram algum tipo de dano ou perda durante a passagem do ciclone extratropical.
As tratativas com o Governo do Estado, em busca de recursos para o apoio aos produtores atingidos, já foram iniciadas.

Os dados da Defesa Civil de Santa Catarina apontam que os ventos atingiram aproximadamente 80 quilômetros por hora em Luiz Alves.

Dados da ABLA revelam que 70% da economia agrícola de Luiz Alves é formada pela bananicultura, gerando 1.050 empregos diretos e 260 indiretos. Precisamente, em 2022, Luiz Alves produziu 115.684.705 mil toneladas de banana Caturra e Prata – a Caturra em maior escala. Mas, a cidade tem potencial para 130 mil toneladas ao ano.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você