23 C
Piçarras
sexta-feira 8 de dezembro de 2023


Juiz e Promotor da Vara da Infância fiscalizam construção da nova Casa de Passagem de Barra Velha

A nova instituição, cujo endereço está sendo mantido em sigilo para garantir a segurança, está sendo construída em formato residencial

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.
Ouça a matéria

O juiz da Vara da Infância, Guy Estevão, e promotor da Infância, Renato Maia, da Comarca de Barra Velha, realizaram na última quinta-feira, 13, vistoria técnica junto à construção da nova Casa de Passagem. Eles foram acompanhados da equipe de Governo, que deu detalhes técnicos sobre o projeto e andamento das obras.

Eles foram acompanhados pela procuradora geral do Município, Sheila Scherer, da secretária de Assistência Social, Maria Angélica Goslar, e da engenheira Denise Marques. O valor total da obra é de R$ 1.036.000, sendo financiado com recursos próprios e oriundos de uma emenda da deputada estadual Ana Campagnollo (PL).

O Casa de Passagem, que está sendo construído pela prefeitura de Barra Velha, terá como finalidade servir como abrigo para crianças e adolescentes que tiveram seus vínculos familiares interrompidos por diferentes motivos e que, eventualmente, de acordo com decisão judicial, possam ser encaminhados para adoção, ou aguardam reestabelecimento familiar.

A nova instituição, cujo endereço está sendo mantido em sigilo para garantir a segurança, está sendo construída em formato residencial. O espaço contará com jardins e áreas recreativas, sala de TV, salas administrativas para atendimentos psicossociais, cozinha, lavanderia e quartos destinados a diferentes faixas etárias.

Atualmente, crianças e adolescentes com idades entre zero e 18 anos, que precisaram deixar suas famílias biológicas e aguardam por um desfecho em suas vidas, residem em um abrigo instalado em um prédio alugado, cujos custos são cobertos pelo Fundo Municipal de Assistência Social. Assim que a mudança se concretizar, o local alugado será devolvido ao seu proprietário.

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você