23 C
Piçarras
quarta-feira 17 de abril de 2024


Pescadores artesanais farão manifesto contra restrições nesta quinta-feira, em Itajaí

Ouça a Matéria

Pescadores artesanais do Litoral Norte catarinense realizam nesta quinta-feira, dia 29, às 9h30, no Centreventos Governador Luiz Henrique da Silveira, em Itajaí, manifesto pacífico em busca da revisão da cota da pesca da tainha – além de outras pautas do setor. O ato ocorre durante a visita do ministro da Pesca e Aquicultura, André de Paula, na cidade portuária.

“No dia em que comemoramos o Dia do Pescador, vamos nos manifestar em busca do nosso direito máximo: o de pescar”

LUIZINHO AMÉRICO

“No dia em que comemoramos o Dia do Pescador, vamos nos manifestar em busca do nosso direito máximo: o de pescar. Nunca o pescador artesanal foi tratado com tanto desprezo e descaso pelas pessoas que criam a Legislação, que nos marginalizam com decisões tomadas dentro de confortáveis salas ministeriais”, disse o presidente da Comissão da Pesca Artesanal do Litoral Norte, Luizinho Américo.

A pauta central do manifesto é para que seja revista a cota da tainha – cortada pela metade para a classe artesanal. “Hoje, são 135 embarcações artesanais que estão impedidas de capturar tainha, cerca de 2 mil famílias envolvidas e que, certamente, passarão por necessidades dentro de casa”, acrescentou Luizinho.

Durante o ato dos pescadores, ainda serão abordados os temas como o licenciamento da pesca do popular peixe Espada (Instrução Normativa 10), problemas com a sistema de recadastramento de pescadores e a proibição da pesca de emalhe dentro da 1 milha náutica (Instrução Normativa 12).

O ato é encabeçado pela Comissão da Pesca Artesanal do Litoral e a Colônia de Pescadores Z-11, da capital – onde na última segunda-feira, 26, houve manifesto idêntico.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você