29.3 C
Piçarras
quarta-feira 28 de fevereiro de 2024


Praias de Barra Velha e Penha somam dez pontos impróprios para banho

Ouça a Matéria

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) divulgou nesta sexta-feira, 8 de dezembro, o primeiro relatório de balneabilidade da temporada 2023/2024. O documento apresenta o balanço das cinco últimas análises semanais consecutivas que foram iniciadas no dia 6 de novembro deste ano. Balneário Piçarras não registrou pontos impróprios, enquanto Barra Velha e Penha somam juntos 10 pontos impróprios entre 16 analisados.

CLIQUE AQUI E VEJA O RELATÓRIO COMPLETO

A intensidade das chuvas das últimas semanas influenciou diretamente nos registros negativos do estado: dos 237 pontos analisados, 81 estão impróprios para banho. Em Barra Velha, são quatro locais dentre cinco. Em Penha, são seis negativados entre os onze apurados pelo IMA. Além da influência das chuvas, ambas as cidades ainda não possuem sistema de tratamento de esgoto.

“Não é recomendado o banho de mar nas primeiras 24/48 horas após a ocorrência de chuvas de maior intensidade, bem como, nas proximidades de saída de canais ou galerias de águas pluviais, pois as chuvas podem arrastar material contaminado, o que pode deteriorar a qualidade das águas para banho”, recomenda o IMA.

Conforme a Resolução Conama nº 274, de 29 de novembro de 2000, o ponto é considerado “PRÓPRIO” quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local, houver no máximo 800 Escherichia coli por 100 mililitros. O ponto é considerado “IMPRÓPRIO” quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local, for superior a 800 Escherichia coli por 100 mililitros ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros.

Praia de Armação, em Penha, está entre as impróprias para banho – Foto, Felipe Franco / JC

O Programa de Monitoramento da Balneabilidade do IMA contempla 28 municípios litorâneos e mais de 100 praias e/ou balneários do Sul ao Norte de Santa Catarina, compondo as cidades de: Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Balneário Camboriú, Balneário Barra do Sul, Balneário Rincão, Barra Velha, Biguaçu, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Governador Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Paulo Lopes, Passo de Torres, Penha, Balneário Piçarras, Porto Belo, São Francisco do Sul e São José.

O Programa de Monitoramento do IMA segue um cronograma de coletas prévio à realização das mesmas, de modo a prover transparência e publicidade ao processo. Desta forma, todo cidadão pode acompanhar onde, quando e quantas vezes determinado ponto teve coleta.

ACOMPANHE
À medida que as análises vão sendo concluídas pelo laboratório do IMA, o resultado do ponto é atualizado automaticamente e pode ser conferido no site e no aplicativo Praia Segura do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC).

Para acompanhar os resultados das coletas, basta clicar nas bandeirinhas do ponto de interesse e conferir no mapa do site o status da propriedade da praia e a data da última coleta realizada no local. O site também possui o menu “histórico”, um espaço de pesquisa onde é possível acessar as datas das coletas e todos os resultados dos pontos amostrados.

De novembro a março, o IMA realiza o monitoramento da balneabilidade das praias catarinenses semanalmente, e as sextas-feiras, divulga um release com o balanço da semana. Já entre os meses de abril e outubro, a pesquisa e a divulgação são mensais.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você