24.3 C
Piçarras
domingo 25 de fevereiro de 2024


ARTIGO | Online ou offline: o que importa são as conexões

Ouça a Matéria

Conectar-se com pessoas e clientes transcende as fronteiras entre o online e o offline. Mídias online, com sua vastidão e alcance, permitem uma comunicação instantânea e segmentada. As redes sociais, blogs e e-mails são ferramentas dinâmicas para engajar e entender o público-alvo através de conteúdo relevante e personalizado. A interatividade e o feedback imediato são seus maiores trunfos, possibilitando ajustes rápidos e eficientes às estratégias de comunicação.

“a chave para uma comunicação eficaz está na complementaridade. Utilizar o online para ampliar a voz e o offline para aprofundar a conexão”

Por outro lado, as mídias offline, como jornais, revistas, e até mesmo eventos presenciais, oferecem uma conexão tangível e autêntica. Elas trazem uma sensação de permanência e credibilidade, reforçando a mensagem através da experiência física. Integrar campanhas publicitárias entre plataformas offline e online pode aumentar significativamente o seu alcance e eficácia. A chave para uma comunicação eficaz está na complementaridade. Utilizar o online para ampliar a voz e o offline para aprofundar a conexão cria uma estratégia robusta e integrada.

A análise de dados online pode informar estratégias offline mais eficazes, enquanto eventos e publicações físicas podem ser amplificados e estendidos através do digital. A magia acontece quando conseguimos unir os fios do digital e do físico, criando uma tapeçaria rica e multidimensional de conexões. No mundo atual, onde a atenção é um recurso valioso, ser capaz de navegar e integrar esses dois mundos é fundamental para qualquer comunicador que deseje construir relações significativas com seu público.

RAFFAEL DO PRADO
RAFFAEL DO PRADO
Formado em Jornalismo e pós-graduado em Produção Multimídia, especialista em Marketing Político e Digital. Foi assessor nas prefeituras de Penha e Balneário Piçarras, assessor na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), além de atuações como repórter e editor nos jornais Diarinho e Jornal de Santa Catarina, da antiga RBS, hoje NSC.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você