16.7 C
Piçarras
quarta-feira 17 de julho de 2024


“É uma emoção indescritível”, define novo imperador da Festa do Divino Espírito Santo de Barra Velha

Ouça a Matéria

Juliano Bernardes e Emília Cristina Pereira Bernardes deixarão seus nomes eternizados na Festa do Divino Espírito Santo de Barra Velha. Na missa dominical dos festejos deste ano, realizada no último dia 19, o casal barra-velhense foi sorteado como imperador e imperatriz da edição do próximo ano. “É uma emoção indescritível. Um momento muito especial onde é impossível segurar às lágrimas”, define Juliano.

Essa foi a primeira participação do casal no sorteio imperial – retomado após anos. Sete casais participaram da escolha. “Há alguns anos muitas pessoas nos falavam que deveríamos ser os imperadores da Festa do Divino de Barra Velha e sempre dizíamos que ainda não era o nosso momento. Em 2024 fomos encorajados pelo sorteio do Casal Imperial que foi retomado depois de mais de duas décadas que não acontecia. Nesse ano, sete casais deram o nome para o sorteio e o Divino nos escolheu”, acrescenta.

“Um momento muito especial onde é impossível segurar às lágrimas”

JULIANO BERNARDES

Juliano é um dos principais historiadores da festa no estado e na cidade, tendo inclusive escrito um livro sobre o tema. Ele detalha que documentos apontam que a festa é realizada desde 1918, com maior assiduidade a partir de 1940. Ele vive a tradição desde pequeno. “Desde criança quando junto a minha mãe e minha madrinha íamos a pé do São Cristóvão até a igreja matriz para participar da novena e Festa do Divino. O tempo passou e o carinho por essa tradição tão linda só aumentou”, pontua.

Os festejos já possuem outros Bernardes em sua organização. Mas, segundo o novo imperador, “da família do meu pai eu sou o primeiro. Minha esposa Emília também tem fortes laços com a Festa do Divino onde os bisavós e avós foram os Imperadores e agora chegou a vez da neta”. E as preparações para o próximo ano já começaram.

Juliano e Emília espera levar a Bandeira do Divino, símbolo máximo da fé, ao maior número possível de residências. “Uma festa que valoriza a tradição mais voltada para a espiritualidade. Nossa gente tem grande devoção pelo Divino Espírito Santo e nós queremos reavivar, despertar a fé dos devotos do divino. Queremos levar a Bandeira do Divino ao maior número de casas possíveis e junto a comunidade realizar uma linda festa”, encerra.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você