18.2 C
Piçarras
segunda-feira 27 de maio de 2024


Moradores de Barra Velha protestam por melhorias na marginal Sul

Ouça a Matéria

Moradores de Barra Velha realizaram na manhã desta quarta-feira, 1º de maio, um protesto pacífico para cobrar melhorias viárias na marginal Sul. Direcionando a cobrança à Concessionária Arteris Litoral Sul – que administra a Rodovia BR 101 – eles realizaram uma passeata e coletaram assinaturas para endossar um abaixo-assinado destinado a fortalecer a reivindicação. Nesta terça-feira, 30, a Prefeitura realizou emergencialmente uma operação de fechamento das crateras do trecho.

“É que a população, ela não quer mais que tampe os buracos, ela quer uma nova obra nas marginais. A gente vem sofrendo muito, principalmente quem mora em Itajuba, que tem que transitar a cada momento. E assim, os buracos estão cada vez piores. E isso não é um problema de agora, é um problema de anos”, define a moradora, Bruna Carolin, que organizou um grupo no WhatsApp para discutir e temática e lapidar a manifestação social.

Nesta terça-feira, 30 de abril, a Prefeitura realizou uma operação tapa-buraco, diante da situação caótica do trecho. Em sua rede social, o prefeito em exercício, Daniel Pontes da Cunha (PSD), definiu a situação como “um completo descaso a situação da nossa marginal. Hoje iniciamos a operação de asfalto, apesar de ser responsabilidade da Arteris o compromisso não foi cumprido e não podemos sofrer por isso”, categorizou.

“Quando está quase estourando, alguém aparece para resolver. Resolver não, né? Tampar, cobrir, fazer uma maquiagem não é mais isso que a gente quer”

BRUNA CAROLIN

Na visão de Bruna, a situação precária deveria ter sido mantida como forma de pressionar a Arteris Litoral Sul a tomar providências. “A Prefeitura que não poderia entrar em cena, fazer nada, um dia antes da manifestação resolveu aparecer e tampar os buracos. Para o pessoal se contentar, pra calar a boca do povo. As coisas aqui funcionam assim, sabe? Quando está quase estourando, alguém aparece para resolver. Resolver não, né? Tampar, cobrir, fazer uma maquiagem não é mais isso que a gente quer”, rebateu.

A esposa de Carlos Alberto da Silva foi uma das vítimas do trecho. “No mês de fevereiro a minha esposa estava transitando aqui na paralela da BR-101 e teve um grave acidente aqui em função do buraco da falta de manutenção da pista. Na oportunidade ela estourou o pneu, ela rasgou o pneu, o aro entortou e ela ficou parada com um carro em cima da pista em função do acidente. E neste momento que ela estava com o carro em cima da pista, passou vários carros com alta velocidade que poderiam ter ocasionado uma situação muito pior”, detalhou ele, que reside em Itajuba.

Carlos acrescenta que a Concessionária negou a indenização e promete judicializar a questão. “Eu juntei toda a documentação, foto, orçamento, nota fiscal daquilo que eu tive de prejuízo, encaminhei para a Concessionária, para a Ouvidoria e eles me responderam que este trecho específico não pertence a eles, que a manutenção não é deles, o que é uma inverdade e isso tem prejudicado todos nós. Então, nós vamos judicializar essa questão porque é vergonhoso para todos nós”

Bruna reforça que o grupo iria bloquear a marginal, mas “por conta que a PRF não conseguiu nos acompanhar, precisava da solicitação 30 dias antes, e como a gente quis aproveitar o feriado, então a gente resolveu fazer algo mais pacífico, de início, se caso não der resultado, se a gente não tiver uma resposta, aí a gente vai tentar algo mais elaborado”, encerrou.

A reportagem fez contato com a Concessionária Arteris Litoral Sul, mas ainda não recebeu retorno.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você