18.2 C
Piçarras
segunda-feira 27 de maio de 2024


Trabalhador fica soterrado em obra de implantação da rede de esgoto de Penha

Ouça a Matéria

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) resgatou um trabalhador que ficou soterrado em uma das enormes valas de implantação da rede coletora de esgoto da cidade de Penha. O salvamento ocorreu no final da tarde de sábado, 11, após quase quatro horas de trabalho.

O homem estava preso até a altura da cintura. O resgate ganhou dramaticidade assim que um cano de água estourou diante da movimentação de terra, com uma retroescavadeira. A água chegou ao limite do pescoço da vítima, mas teve seu nível dentro da vala controlado com o uso de bombas de sucção e auxílio da comunidade, com baldes.

“A água subiu rapidamente e, com auxílio de uma bomba de sucção da própria obra e utilizando baldes com apoio de populares, o nível da água foi estabilizado na altura do pescoço do masculino”, detalhou o CBMSC, que atendeu a ocorrência por volta das 17h, na Rua Júlia da Costa Flores, no bairro Gravatá.

Resgate durou quase quatro horas – Foto, CBMSC

Na tentativa de auxiliar dentro da escavação, outro masculino, colega de trabalho, com a inundação acontecendo, também acabou prendendo sua perna esquerda na movimentação da areia no solo. Após a inundação ser contida, o trabalho se intensificou na retirada da água e posteriormente retirada da areia.

“Após cerca de quatro horas de trabalho, os dois masculinos foram dessoterrados e foram atendidos pela equipe do SAMU”, encerrou o CBMSC. A Águas de Penha emitiu nota oficial sobre o incidente, afirmando que o trabalhador é de uma empresa prestadora de serviço, que cumpre os procedimentos de segurança.

“A Águas de Penha informa que, no final da tarde de hoje, houve um incidente com um colaborador da empresa prestadora de serviços em decorrência de um solo instável durante finalização de obra na rede de esgoto localizada na rua Julia da Costa Flores. O corpo de bombeiros foi acionado pela equipe do local e prestou o auxílio necessário. A empreiteira seguia todos os procedimentos de segurança durante a execução da obra e o trabalhador passa bem e não apresentou ferimentos”, cita a nota.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você