24.5 C
Piçarras
domingo 3 de dezembro de 2023


PSD poderá disputar eleições de 2012

Ouça a matéria

A Justiça Eleitoral autorizou nesta terça-feira, 27, o registro do Partido Social Democrático (PSD). Com isso, o partido poderá concorrer nas eleições de 2012. Agora, as executivas municipais correm para filiar nomes até o próximo dia 7 de outubro, data limite para inscrever quem pretender concorrer a algum cargo eletivo no próximo pleito.
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, por 6 votos a 1, que o PSD cumpriu os requisitos mínimos para integrar o quadro partidário nacional, sendo a 28ª legenda cadastrada. O ministro Marco Aurélio Mello foi o único a votar contra. “Agora começaremos a trabalhar com maior respaldo. Antes as filiações eram apenas pela palavra”, afirma o presidente da executiva provisória de Penha, Luiz Fernando Vailatti, o Ferrão.
O grupo se reuniu pela primeira vez nesta quinta-feira, 29, onde celebrou a decisão do TSE e já articulou as primeiras estratégias políticas. Na ocasião eles também discutiram a oficialização da saída do Democratas (DEM), daqueles que optaram por largar a sigla, como o próprio presidente. “Já vínhamos trabalhando com um grupo e agora iremos oficializar nossa saída do DEM”, salienta Ferrão.
Em Balneário Piçarras, o vereador, Flávio Tironi, é quem articula a estruturação do partido e coleta as filiações dos pré-candidatos. “Devemos filiar em torno de 20 nomes, nesse primeiro momento. Estamos dando prioridade aos que poderão participar das eleições no ano que vem”, explica. As pretensões políticas da sigla são de eleger, no mínimo, dois vereadores. “Quem sabe até três. Essa é a nossa meta”, acrescenta.
Tironi, no entanto, lamenta que a decisão do TSE tenha saído apenas há dez dias do término do prazo de filiações dos pré-candidatos. “Estamos correndo contra o tempo e buscando filiar nomes fortes, tanto de fora, quando de dentro do atual Democratas. Nosso cuidado é não deixar nenhum interessado de fora”, frisa. No dia 15, do próximo mês, a primeira reunião deve acontecer entre os filiados.
O partido articulado pelo prefeito Kassab surge com pelo menos dois governadores – Omar Aziz (AM) e Raimundo Colombo (SC) – ; dois senadores – Kátia Abreu (TO) e Sérgio Petecão (AC) – ; e cerca de 50 deputados federais.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você