25 C
Piçarras
quinta-feira 29 de fevereiro de 2024


Região da AMFRI tem 8 casos suspeitos de coronavírus

Ouça a Matéria

De acordo com os dados da Plataforma IVIS do Ministério da Saúde, nesta segunda-feira, 02, Santa Catarina registra 36 casos suspeitos sendo monitorados. No Brasil já são 433 casos suspeitos de coronavírus, segundo as atualizações desta segunda, 2. Somente na região da Amfri, são 8 suspeitas

As informações oficiais revelam que Itajaí (3), Balneário Camboriú (3) e Itapema (2) estão monitorando os pacientes com suspeitas de estarem infectados pelo coronavírus. Também há suspeitas em Chapecó (2), Concórdia (1), Florianópolis (11), Joinville (7), Pouso Redondo (1), São Bento do Sul (2), São João Batista (1), São José (2) e Tijucas (1).

No estado de São Paulo, dois casos foram confirmados. Os dados foram repassados pelas Secretarias Estaduais de Saúde e demonstram o aumento da sensibilidade da vigilância da rede pública de saúde devido à inclusão de 15 países, além da China, que apresentam transmissão ativa do coronavírus.

Atualmente, os países com transmissão local do coronavírus são: Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália, Malásia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China. As pessoas que passaram por esses 16 países e apresentarem febre e mais um sintoma de gripe passam a se enquadrar na definição de caso suspeito da doença pelo monitoramento brasileiro.

A orientação é para que as pessoas adotem as medidas de prevenção contra a doença para evitar a exposição ao vírus, como lavar as mãos com frequência e cobrir a boca quando tossir e o nariz ao espirrar. Não existe, até o momento, vacina para prevenir a infecção.

ACOMPANHE

Os números constam na Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde (IVIS) do Ministério da Saúde, responsável por compilar os dados no país. Na página da SES (saude.sc.gov.br/coronavirus) é possível encontrar dicas de prevenção, explicações sobre o novo coronavírus e a doença causada – chamada pela Organização Mundial de Saúde de Covid-19 (corona virus decease, em inglês) -, além de dados no Brasil e no mundo, atualizados diariamente pela Plataforma IVIS.

 

PRINCIPAIS ORIENTAÇÕES:

– Evite viajar se estiver com febre ou tosse;

– Evite contato com pessoas que estiverem visivelmente doentes, principalmente com sintomas respiratórios (tosse ou coriza);

– Higienize as mãos frequentemente, seja com água e sabão ou álcool gel;

– Evite tocar os olhos, nariz e boca;

– Pratique a etiqueta da tosse: ao tossir e espirrar, cubra a boca com lenço descartável ou antebraço. Descarte o lenço imediatamente;

– Se você ficar doente durante uma viagem, procurar imediatamente a tripulação ou equipe médica de bordo;

– Na viagem, evite a ingestão de alimentos de procedência duvidosa ou inadequadamente preparados;

– Evite o contato com animais silvestres ou animais doentes.

 

 

 

 

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você