18.2 C
Piçarras
segunda-feira 27 de maio de 2024


Barra Velha confirma liberação da vacina contra gripe para pessoas acima dos 6 meses de idade

Foto, Ricardo Trida
Ouça a Matéria

A Secretaria de Saúde e Saneamento de Barra Velha anunciou nesta sexta-feira, 3, que está liberada a vacinação contra a gripe para toda a população maior de 6 meses de idade.  A decisão acompanha as recomendações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde.

As doses são aplicadas nas salas de imunização das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município. O atendimento acontece no horário das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30 em seis pontos da cidade: Centro, Quinta dos Açorianos, Itajuba, São Cristóvão, Pedras Brancas e Sertãozinho. Os moradores dos bairros Medeiros e Rio Novo podem se vacinar na UBS de Itajuba. Já os munícipes, residentes no bairro Escalvado, devem se dirigir à UBS do Sertãozinho.

Para a enfermeira e coordenadora da Vigilância Epidemiológica municipal, Maria Gabriela Pimenta, “essa ampliação veio em boa hora, tendo em vista os altos níveis de hospitalizações por gripe em toda a região”. Para aquelas que também estão na faixa etária da vacina contra a dengue, que é de 10 a 14 anos, o intervalo recomendado entre as doses da gripe e da dengue deve ser de 24 horas.

A secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, ressalta a importância das pessoas mais vulneráveis, que são aquelas que fazem parte de um dos grupos prioritários de se vacinarem contra a gripe, levando em consideração que essa população tem mais chances de adoecer gravemente em decorrência do vírus influenza. “Nós estamos fazendo um apelo a toda população para que busque os postos de vacinação. Estamos em um momento de superlotação das nossas emergências, as doenças respiratórias já chegaram e todos precisam fazer a sua parte. Vacina salva vidas.”

A vacina oferecida na rede pública de saúde previne os principais vírus influenza presentes no Brasil, que são a influenza A (H1N1), influenza A (H3N2) e o vírus influenza B. No entanto, a proteção só ocorre de duas a três semanas após a aplicação da dose, por isso a Secretaria de Estado da Saúde alerta para a importância de se vacinar o quanto antes, evitando casos graves, hospitalizações e mortes por gripe.

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você