20.3 C
Piçarras
segunda-feira 20 de maio de 2024


PMDB barravelhense reelege Bittencourt

Ouça a Matéria


Uma convenção tranqüila marcou a eleição do novo diretório do PMDB barravelhense, no último final de semana. O engenheiro e ex-prefeito Mario Celso Bittencourt, atual diretor de infra-estrutura da Secretaria Regional de Joinville, foi reeleito na presidência do partido, e tem o vereador Manoel Pinheiro, o Maneca, na vice-presidência da legenda.


A convenção peemedebista aconteceu na sala de convenções do Barra Velha Palace Hotel, com a presença de cerca de 70 filiados, além dos vereadores Maneca, Eraldo Borges e Conceição Freitas, e do presidente da Câmara de Vereadores, Eunildo Avelino dos Santos (PSDB), além do presidente do PDT, Artur Fagundes, e do empresário Erivelto Maia (PL), entre outros.


Na ocasião, também foram discutidos encaminhamentos para as eleições municipais de 2004, quando o empresário Samir Mattar foi apontado como o possível candidato a prefeito pela legenda. Celso Bittencourt comentou com os presentes que não é candidato a prefeito, embora hajam comentários a respeito de sua candidatura. O nome da ex-primeira-dama Eliana Bittencourt também é uma “arma” dos peemedebistas.



Eleição típica



Samir, que assumiu a tesouraria do partido, também observa que nada está ainda definido para 2004, mas coloca seu nome à disposição dos peemedebistas. Para ele, a situação política local no ano que vem será “atípica”, com a necessidade da união de todos os partidos de oposição. Mattar defende uma ampla coligação, envolvendo o PMDB, o PDT, o PT, o PL, o PSDB e até o PPS, hoje alinhado com o PFL do prefeito Valter Zimmermann.


“Se quisermos mudar e trabalhar por Barra Velha, temos que esquecer intrigas individuais ou pessoais, e o caminho é a ampla coligação”, comenta ele, em tom político. “Agora, se os partidos quiserem medir forças individuais, com cada um lançando seus próprios candidatos a prefeito, a estratégia é errada, pois estaremos dividindo e não somando as forças partidárias”, completa. Durante a convenção, foi estranhada a ausência do vereador e radialista Claudemir Matias Francisco, que recentemente, retornou ao PMDB, após meteórica passagem pelo PFL.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você