26.1 C
Piçarras
terça-feira 16 de abril de 2024


Vencedores definidos para obras de drenagem

Ouça a Matéria

O Governo Municipal de Balneário Piçarras assinou na tarde de terça-feira, 30, o contrato com as três empresas que irão realizar as obras do projeto de drenagem urbana sustentável dos rios Piçarras e Furado. Os representantes das empresas Baltt, Viapav e Arcos Engenharia – vencedoras das licitações – sentaram de frente com o Poder Público e firmaram o compromisso de realizar obras que somam mais de R$ 12 milhões. Ordens de serviço devem ser rubricadas às 10h desta segunda-feira, 5.
“É um momento muito importante para Balneário Piçarras e por isso estamos realizando esta solenidade para formalizar os convênios”, disse o prefeito, Umberto Luiz Teixeira, ao iniciar a conversa com os empresários e sua equipe de governo. As assinaturas puseram fim ao processo burocrático de contratação das empresas e marcou o começo das obras mais caras na história do município.
Vencedora do lote mais oneroso da obra, a empresa Baltt Terraplanagem será a responsável por dragar os Rios Piçarras e Furado, além dos arredores da Ilha do Socó. A empresa de Balneário Piçarras venceu a licitação com uma proposta no valor de R$ 9.829.993,39 milhões e acabou gerando uma economia de R$ 3.488.845,25 milhões nos recursos disponibilizados pelo Governo Federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A Prefeitura esperava gastar de R$ 13.317.993,39 milhões somente com a dragagem.
A segunda etapa do projeto de recuperação dos rios consiste na construção de gabiões e 420m de muros de contenção nos pontos degradados dos leitos. A empresa Viapav Construtora, de Balneário Camboriú, conquistou o direito de concretizar a obra após apresentar uma proposta no valor de R$ 1.356.975,28 milhão. O valor orçado era de R$ 1.795.425,03. “Peço que façam as obras com responsabilidade e qualidade, por que é isso que a população quer”, disse Umberto aos empresários, enquanto assinava os contratos.
Paralelo às obras de recuperação dos rios, a empresa Arcos Engenharia, de Londrina/PR, estará construindo uma nova ponte na Avenida Getúlio Vargas. A ponte vai custar R$ 1.094.227,70 milhão e será feita em uma estrutura metálica e de concreto armado de 300 metros. O valor previsto para realizar a ponte era de R$ 1.151.565,00 milhão. A ponte tem seis meses para ser construída, mesmo prazo que os muros de contenção tem para serem concluídos; a Baltt possui dez meses para dragar os rios.
Com os contratos assinados, o Governo Municipal possui a garantia de empresas para realizar o serviço. A data que vai marcar o início das obras deve ser a segunda-feira, 5, com a assinatura da ordem de serviço. De acordo com o prefeito, em carreata pela cidade, a Administração vai oficializar o começo das obras. As rubricas devem ser efetuadas às 10h do primeiro dia útil desta semana.
Ao todo, Balneário Piçarras possui do PAC R$ 15.870.553,25 milhões, mais uma contrapartida Municipal de R$ 835.292,28 mil totalizando R$ 16.705.845,53 milhões. Com a efetivação da contratação de serviços na ordem de R$ 12.281.196,37 o Governo Municipal ainda dispõe de R$ 4.424.649,16 para aplicar em outros recursos. Teixeira já sinalizou que pretende aplicar o dinheiro na construção de uma nova ponte na divisa entre Balneário Piçarras Penha (Leia no Conversa Direta).

DETALHES DA OBRA
Dragagem dos Rios
Empresa: Baltt Terraplanagem
Valor: R$ 9.829.993,39 milhões
Prazo para conclusão: 10 meses a contar da assinatura da ordem de serviço

Construção de gabiões e muros de contenção
Empresa: Viapav Construtora
Valor: 1.356.975,28 milhão
Prazo de conclusão: 6 meses a contar da assinatura da ordem de serviço

Ponte na Avenida Getúlio Vargas
Empresa: Arcos Engenharia
Valor: 1.094.227,70 milhão
Prazo para conclusão: 6 meses a contar da assinatura da ordem de serviço

 

 

Foto por: Felipe Bieging|JC

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você