17.3 C
Piçarras
segunda-feira 20 de maio de 2024


Comunidades ribeirinhas terão educação ambiental

Ouça a Matéria

A Secretaria da Saúde e Bem Estar Social (Sabes) vai ouvir, a partir da próxima semana, as comunidades ribeirinhas para elaborar um plano de educação ambiental voltado ao desenvolvimento sustentável das regiões beneficiadas pela Drenagem Urbana Sustentável dos Rios Piçarras e Furado. O primeiro encontro para o mapeamento dessas áreas acontece segunda-feira, dia 13, no auditório da Univali, a partir das 14h.
Com a iniciativa, a Sabes pretende levantar características da população ribeirinha como história, economia, cultura, movimentos organizados, intervenções urbanas e conflitos socioambientais na comunidade. Com base nesses dados, que serão apontados pela própria população, diversas ações de conscientização ambiental serão elaboradas e colocadas em prática.
“Nesse primeiro momento, queremos ouvir as demandas das pessoas, para que possamos planejar essas ações de forma eficaz”, explica a secretária, Rita de Cássia Teixeira Rangel. Os próximos encontros para discussão das políticas socioambientais para os rios da cidade já estão agendados para 20 e 27 de junho e 04 de julho, no auditório da Univali.
“Os moradores serão protagonistas desse processo, são eles que vão definir como será a relação da cidade com os nossos rios. E por isso nós estamos investindo em educação ambiental”, afirma o prefeito, Umberto Teixeira. As obras de drenagem sustentável realizadas em Balneário Piçarras se iniciaram ano passado e compreendem a dragagem do leito dos rios que, assoreados, impedem a vazão da água em épocas de cheia e o trânsito de embarcações.
O projeto prevê também a construção de uma malha de contenção de margens nas áreas degradadas e de uma nova ponte sobre o Rio Piçarras na Avenida Getúlio Vargas, já concluída. Estão sendo investidos R$16 milhões.
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você