21 C
Piçarras
quinta-feira 18 de abril de 2024


Lideranças rejeitam fechamento de acessos em BV

Ouça a Matéria

Durante uma reunião entre o prefeito Claudemir Matias, a Câmara de Vereadores e lideranças comunitárias, foi rejeitado na segunda-feira, 5, o pedido de fechamento de acessos pela BR-101 ao município no sentido Norte-Sul, feito pela empresa concessionária Autopista Litoral Sul. A Prefeitura encaminhou um ofício à concessionária explicando que tanto o poder Executivo, como o Legislativo e representantes dos bairros concordaram em ser contra o fechamento de quatro acessos ao município. Em paralelo, houve aprovação sobre a transformação das marginais de mão dupla em mão única, acompanhando o sentido da BR-101 em ambos lados, sempre e quando seja aumentado o número de acesso aos bairros.
Em função da repercussão da proposta de fechamento de acessos na mídia regional, a empresa convocou uma reunião entre o prefeito e o engenheiro responsável da empresa, na sede da concessionária em Joinville, no dia 14 de setembro. De acordo com a administração municipal, a Litoral Sul ainda não tinha atendido os convites para conversar sobre o projeto, nem se pronunciado a respeito.
A Autopista tinha considerado que tanto a mão dupla nas marginais quanto os acessos à cidade no sentido Norte-Sul aumentavam os riscos potenciais para os motoristas.
De acordo com um comunicado da Autopista Litoral ao Jornal do Comércio, não existe um “projeto” para o fechamento dos acessos. O ofício enviado à prefeitura teria sido uma sugestão. “Os acessos irregulares não atendem aos critérios técnicos do Manual de Acesso de Propriedades Marginais a Rodovias Federais do DNIT e apresentam risco à segurança dos usuários da rodovia. Com o fechamento dos acessos sugeridos, ainda existem outros sete acessos abertos na região: dois na pista sul e cinco na pista norte”, disse a concessionária.
Embora não tenha comunicado oficialmente quais acessos poderiam ser fechados, de acordo com a Prefeitura, Barra Velha ficaria somente com um único acesso no sentido Norte-Sul na parte do Centro. Tanto Matias, quanto vereadores e comunidade ressaltaram que caso a sugestão da Autopista seja implantada, poderá trazer prejuízos financeiros irreversíveis ao comércio local e ao desenvolvimento da cidade. “Os levantamentos sobre o município apontam que 85% dos turistas e veranistas que procuram nossa cidade vêm no sentido Norte-Sul. O município não pode permanecer com um único acesso ao longo de 9,5 quilômetros, considerando que a BR-101 “corta” a cidade, sendo necessária a abertura de mais acessos neste sentido”, reivindicou o prefeito no documento entregue à empresa, que cobra pedágio no limite entre Barra Velha e Araquari.
Segundo a Prefeitura, seriam considerados irregulares os acessos em sentido Norte-Sul: a entrada na frente do Restaurante do Meneguetti, o acesso entre a descida para a Havan e o viaduto de acesso ao São Cristóvão, além do acesso próximo da caixa de água da Casan, e o acesso do quartel dos Bombeiros Voluntários. No sentido Sul-Norte também existia a proposta de fechar o acesso do posto de combustível Aviz.
Muito líderes comunitários já ameaçaram promover o fechamento da BR-101 como forma de protesto às medidas que a Concessionária poderia adotar.
Na lista das sugestões da Prefeitura, enviada por meio de oficio à concessionária, foi solicitada permanência do acesso ao município no sentido Norte-Sul no Km 86, permitindo o acesso aos bairros São Cristóvão, Itinga I e II, Icaraí, Los Angeles e Centro. Também foi pedida a criação de acessos alternativos no Km 87.5 para facilitar o acesso aos bairros Tabuleiro, Centro e São Cristóvão, junto com um terceiro acesso junto ao Km 89.01 para viabilizar o acesso a moradores aos bairros Itajuba, Tabuleiro, Três Coxilhas, Centro e São Cristóvão.
Já prevendo a criação da mão única nas marginais, foi solicitada mais uma abertura na BR-101 entre os Km 89,1 e Km 89,5. No sentido Sul-Norte, ficou acordada a abertura de um acesso principal junto ao Km 89,5 por ser considerado o melhor ponto de encontro entre marginal e rodovia.
O documento enviado para a Litoral Sul também foi remetido com cópia ao Ministério Público Federal, ao Denit e à ANTT (a Agência Nacional de Transportes Terrestres).
A Autopista Litoral Sul tinha proposto num comunicado no do dia 16 de agosto a alteração do sentido do tráfego nas marginais à BR, além do fechamento de acessos diretos. A Concessionária deverá iniciar, ainda no segundo semestre deste ano, a implantação de vias marginais, na altura no km 86 da pista norte da BR-101/SC. Em 2012, está prevista a construção de vias marginais na altura no km 83 da pista sul.
Em relação aos acidentes acontecidos na BR-101 com pedestres a Autopista informou que irá instalar três passarelas na região de Barra Velha – km 89,5, km 90,3 e km 96,5, cujos projetos estão em andamento. Embaixo de cada passarela serão instaladas telas antiofuscantes, para incentivar o uso dos dispositivos e impedir a travessia pelas pistas da rodovia.
 

Foto por: Felipe Bieging

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você