28.9 C
Piçarras
sexta-feira 23 de fevereiro de 2024


Região tem crescimento populacional anual de 2,7%

Ouça a Matéria

A estimativa populacional publicada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no último dia 28, revela que a região cresceu 2,7% de 2014 para 2015 e 17,3% desde o último Censo Demográfico, realizado em 2010. Os percentuais correspondem às cidades de Balneário Piçarras, Barra Velha, Penha, São João do Itaperiú e Luís Alves. O maior crescimento foi de Balneário Piçarras.

Segundo os dados oficiais, as cinco cidades juntas tiveram um crescimento populacional de 2.411 pessoas, passando de 89.615 para 92.026 em um ano. A data base do levantamento contabiliza os novos moradores até 1º de julho de 2015. Em meia década, a população aumentou com 13.548 pessoas, quando 78.478 foram contabilizados pelos recenseadores do IBGE.

“Balneário Piçarras se tornou um município atrativo em todas as áreas e referência em qualidade de vida”, definiu o prefeito de Balneário Piçarras, Leonel José Martins (PSDB). Entre as cinco cidades, Balneário Piçarras foi a que mais cresceu: 3,2% em um ano e 20,7% em meia década. Hoje, a cidade soma 20.617 habitantes. Barra Velha foi a segunda com maior evolução, com 2,8% anual e 17,8% em cinco anos.

Na região da Foz do Rio Itajaí, conhecida por região da Amfri, Balneário Piçarras foi a terceira que mais ganhou moradores em um ano, ficando atrás apenas de Itapema (3,8%) e Bombinhas (3,4%). Com o aumento, o município ocupa também um novo grupo populacional: o das cidades entre 20.001 e 50.000 habitantes. Com isso, o percentual de repasses financeiros federais é um pouco maior.

A população de Santa Catarina, por exemplo, cresceu 1,3%. Entre as 295 cidades catarinenses, as três que registraram maior crescimento populacional foram Araquari (4,6%), Itapema e São João Batista (3,8%).

As estimativas populacionais são fundamentais para o cálculo de indicadores econômicos e sociodemográficos nos períodos intercensitários e são, também, um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União na distribuição do Fundo de Participação de Estados e Municípios. Esta divulgação anual obedece ao artigo 102 da lei nº 8.443/1992 e à Lei complementar nº 143/2013.
 

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você