28.4 C
Piçarras
sábado 24 de fevereiro de 2024


Balneário Piçarras e Penha preparam encenação da ‘Paixão de Cristo’

Ouça a Matéria

O Grupo Teatral Filhos de Santo Antônio prepara para a próxima sexta-feira santa, dia 14, a sétima edição de sua encenação cristã, “Paixão de Cristo”. Envolvendo cerca de 80 pessoas, a peça será desenvolvida no pátio do ginásio municipal Aurélio Solano de Macedo, às 20h30. “A encenação deste ano será muito linda”, adiantou a organizadora, Cissa Borba. Haverá arquibancada para a comunidade e o ingresso é solidário: 1 quilo de alimente não perecível.

Segundo Cissa, a peça está sendo dirigida por Iria Quintino, que promoveu uma série de mudanças em relação às peças anteriores. “Teremos a inclusão de novas cenas. Mudamos algumas coisas para deixar a peça ainda mais bonita”, adiantou Cissa, reforçando que as cenas ganharão em dramaticidade e riqueza de detalhes.

“Vamos interpretar desde o Sermão da Montanha até a Ressurreição”, completou Cissa. O papel principal, de Jesus, será interpretado por Carlos Eduardo. A peça vai transcorrer em seis palcos e deve durar cerca de 1h30. 

A Paixão de Cristo tem o apoio da Fundação Municipal de Cultura de Balneário Piçarras, além de Cissa Modas, Pai & Filho Locação de Equipamentos, Plenitude Cosméticos, Marpex e Olimpia Construtora e Incorporadora. 

‘Paixão de Cristo’ em Penha
O setor de Cultura da Secretaria de Educação de Penha confirmou a realização da encenação da “Paixão de Cristo”. A partir das 19h desta sexta-feira santa, dia 14, a trama litúrgica se desenvolverá na Praça da Igreja Matriz Expedicionário Ignácio Ferreira Crispim. 

O evento dramatúrgico será dividido em três atos: primeiro, ‘A prisão de Jesus’, que será encenado na praça da Igreja Matriz, que representará “O Monte das Oliveiras”; depois, ‘O julgamento’, que será em frente a Prefeitura de Penha, que representará o Palácio de Pilatos. Por fim, a ‘Crucificação de Cristo’, que será encenada no pátio da frente da Escola Estadual Manoel Henrique de Assis. 

Após a morte de Jesus, haverá procissão com o Senhor Morto, até a Igreja Matriz, onde acontecerá ato litúrgico celebrado pelo padre Alcemir Pilotto. Roberto Leite vai interpretar o papel de Jesus. “Sempre é muito emocionante ter a honra de representar Jesus, numa história tão importante para todos nós que é o seu sacrifício pelo perdão dos nossos pecados”, conta Beto Leite. 

“Vamos encenar essa representação com toda fé e respeito que ela merece, destinada a todas as pessoas, independente de religião”, comenta Beto. Além dele, outra dezena de voluntários, entre a comunidade local, farão o papel dos soldados romanos e apóstolos que acompanham o martírio.

Foto por: Cleiton Reinert

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você