25.2 C
Piçarras
quinta-feira 29 de fevereiro de 2024


Bandeira Azul será hasteada no dia 14 de dezembro, em Balneário Piçarras

Ouça a Matéria

O hasteamento da Bandeira Azul em Balneário Piçarras já possui data e hora marcada. A cerimônia acontece no dia do aniversário do município, 14 de dezembro, às 11h, no Molhe Norte – na descida da Avenida Getúlio Vargas. Esta é a segunda vez consecutiva que a cidade recebe a certificação.

A bandeira da temporada 2019/2020 já está no município e foi entregue oficialmente à Balneário Piçarras na terça-feira, 26, pela Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), junto das outras 4 cidades certificadas pelo programa, em uma cerimônia realizada na capital.

“A nova certificação reafirma a boa atuação de Balneário Piçarras quanto aos quesitos de infraestrutura, segurança e qualidade ambiental. Além disso, o trecho certificado oferece uma experiência urbana sustentável, o que difere das outras praias que foram aprovadas pelo programa”, afirma o presidente da Fundação do Meio Ambiente, Marcos Zaleski.

Para a nova certificação os quesitos para o hasteamento foram ainda maiores que no ano passado. O município teve de apresentar relatórios detalhados sobre o desenvolvimento ambiental e turístico no trecho certificado desde a edição passada, além de propor novos projetos e ações para a próxima temporada.

Entre as principais ações deste ano, estão a instalação de placas explicativas sobre a restinga, imagens representativas de um peixe gigante com lixo marinho, uma bituca gigante, além de atividades como o Quiz Ambiental e a chamada Caça Restinga.

Outra novidade para este verão é a implantação da Eco Raia, de 500 metros de extensão, no trecho certificado. “Entre duas boias, será estendida uma raia, instalada a 200 metros da margem do mar, facilitando a fiscalização quanto a pesca ilegal, evitando que embarcações trafeguem próximo a orla e auxiliando em eventos e práticas esportivas”, explica Marcos.

A certificação também é explorada nas estratégias do município para captação de turistas. “A Bandeira Azul confere um status maior ao destino e uma diferenciação a outros produtos e praias do Brasil. A certificação cria um destaque bastante importante para ampliar e qualificar a comercialização do destino, o que vem a fortalecer o comércio local e a geração de emprego e renda”, pontuou a Secretária de Turismo, Susan Correa.

CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CUSTEIO DE AÇÕES

A Prefeitura de Balneário Piçarras abriu um o chamamento público que possibilita empresas patrocinarem o Programa Bandeira Azul na cidade. A ideia busca uma parceria público-privada com objetivo de ampliar a visibilidade da certificação internacional e fomentar a realização de atividades de educação ambiental no trecho. Como contrapartida, os interessados terão suas marcas vinculadas ao programa na cidade e receberão um selo exclusivo.

Os interessados em participar do chamamento público poderão ter mais informações no Departamento de Comunicação, na Fundação do Meio Ambiente ou então diretamente no edital, que está disponível no www.picarras.sc.gov.br, na aba de licitações. As cotas de participação são divididas entre apoio (R$ 5 mil), ouro (R$ 10 mil) e diamante (R$ 20 mil).

SC TEM 50% DAS CERTIFICAÇÕES

O Estado detém 50% das honrarias de todo o Brasil.  Sete praias, uma lagoa, uma marina e um iate clube do estado receberam o certificado do Júri Internacional do Programa e poderão hastear as bandeiras do selo socioambiental, que garante informação para visitantes, qualidade da água e educação ambiental. Florianópolis, Governador Celso Ramos, Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Bombinhas e São Francisco do Sul são as cidades com locais aprovados.

Com 10 das 20 certificações concedidas em todo Brasil, Santa Catarina demonstra mais uma vez seu diferencial turístico e ambiental. Para a presidente da Santur, Flavia Didomenico, um resultado a ser comemorado e para servir de exemplo: “É uma honra para nosso Estado essa conquista. Desejamos que essa iniciativa seja consolidada e que estimule outros municípios a alcançarem a honraria”.

Flavia acredita que a ampliação do selo no Estado reforça a imagem positiva das praias e balneários catarinenses – na temporada 2018/2019 foram nove locais eleitos no estado: “A Bandeira reflete o compromisso cada vez maior dos municípios com a sustentabilidade ambiental e respeito aos usuários nestes locais, sejam residentes ou visitantes”, completa.

O presidente do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), Venâncio Valdez, destacou o caráter transversal do Programa: “Trata-se de uma iniciativa que une sociedade, economia do turismo e o meio ambiente em prol da educação e de uma gestão ambiental responsável”.

A coordenadora nacional do Programa, Leana Bernardi, comenta o diferencial dos locais eleitos: “Ter a bandeira hasteada é um sinal para o usuário de que aquelas praias e equipamentos seguem critérios como a qualidade de água, sinalização adequada, acessibilidade para deficientes, gestão ambiental, saneamento, entre outros”. Na América do Sul, além do Brasil, a Colômbia também ingressou no programa, com quatro praias certificadas.

BANDEIRA AZUL

O Programa Bandeira Azul é uma certificação internacional que tem como objetivo elevar o grau de conscientização dos cidadãos para a necessidade da proteção ao ambiente marinho e costeiro, além de incentivar a realização de ações educativas. O Programa Bandeira Azul é uma iniciativa da Foundation for Environmental Education (FEE), trazida ao Brasil pelo Instituto Ambientes em Rede e que conta, hoje, com apoio de diversas instituições internacionais.

 

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você