29.3 C
Piçarras
sexta-feira 1 de março de 2024


Luiz Alves fomenta divulgação turística da Rota da Cachaça

Ouça a Matéria

A cidade de Luiz Alves vem trabalhando para manter sua fama internacional pela produção artesanal de cachaça. Como base do Plano de Desenvolvimento Econômico (PEDEM), em parceria com o Sebrae, o município fomentou as parcerias internas e criou a “Rota da Cachaça”, elevando ainda o poderio turístico da cidade. A realização do projeto faz parte das atividades do programa Cidade Empreendedora.

Um dos objetivos da “Rota” é justamente realizar um tour pelos alambiques existentes no município, para que os turistas conheçam todo o processo de preparação da bebida. Onze alambiques formam o roteiro: alambiques Morauer, Rossi, Bylaardt, Wruck, Rech, Flor da Cana, Bompani, Spézia 01, Spézia 02 e Schoepping. Muitos deles colecionam premiações nacionais e internacionais.

A produção de cachaça também um dos principais eixos econômicos do município. Segundo o presidente da Associação dos Produtores de Cachaça Artesanal de Luiz Alves (APCALA) e o produtor responsável pela Flor de Cana Cachaçaria, Orécio Rech, no ano de 2018 foram produzidos no município mais de um milhão de garrafas de cachaça.

“Praticamente 70% do que produzimos já foi comercializado. Após a definição do título de Terra da Cachaça, a cidade que já tinha boas referências da bebida, ficou ainda mais intensificada, tendo um aumento de procura pelo nobre destilado que nunca tinha se visto antes. Por isso aumentamos nossa produção e reservas de armazenamento, para que possamos exportar o produto com qualidade”, destaca.

A cidade também recebeu o título por lei de “Capital Catarinense da Cachaça – Terra da Cachaça”, por seu intenso trabalho dedicado à produção da bebida, o que lhe rendeu a aproximação com distribuidores na Europa. A proposta foi de autoria do deputado Leonel Pavan (PSDB), e o reconhecimento tornou-se a Lei Estadual de número 17.535. “É justo que pela produção, economia e roteiro turístico estadual, obtenha e ostente este título oficial”, destacou Pavan.

De acordo com a Prefeitura, tais fatores têm elevado consideravelmente o número de visitantes à cidade e à “Rota da Cachaça”. “A Rota está ficando cada vez mais famosa e o turismo de experiência que ela proporciona atrai os amantes da bebida. Com certeza uma visita que vale a pena ser feita, já que a localização geográfica da cidade é estratégica”, analisou o Governo Municipal.

 

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você