29.3 C
Piçarras
sexta-feira 1 de março de 2024


Resíduos recolhidos no Piçarraiá viram lixeiras

Ouça a Matéria

Os 280 quilos de resíduos recicláveis e não recicláveis coletados ao longo dos três dias do 7º Piçarraiá foram transformados em lixeiras. Nesta sexta-feira, 19, Secretaria de Turismo de Balneário Piçarras fez a entrega de 15 unidades para as Unidades Básicas de Saúde, para unidades do Sistema Único de Assistência Social e para órgãos públicos.

Todas as lixeiras doadas foram produzidas com material como tecido, isopor, palito de madeira, embalagens cartonadas, entre outros. Cada unidade suporta até 50 litros e possui pés de apoio. “Grandes eventos que gerem menos impacto ao meio ambiente é um grande desafio e a experiência do Piçarraiá com as ações que visam a preservação ambiental, foi muito satisfatória”, afirma a Secretária de Turismo, Susan Corrêa.

Durante o Piçarraiá, uma equipe de 4 pessoas atuou fazendo a separação do lixo reciclável e orgânico. A parte orgânica foi encaminhada para o aterro sanitário que atende Balneário Piçarras. Os resíduos recicláveis foram destinados à Carbo Brasil, em Blumenau, onde passou por um processo de 5 etapas: seleção, trituração, aglutinação, prensagem e acabamento, até que vire uma massa compacta, sendo que o processo é único, sem adição de água ou cimento.

SELO AMBIENTAL

Além da coleta de resíduos para a confecções de lixeiras, a festa da maior canjica do Brasil também tomou outras atitudes quanto a preservação ambiental, como a confecção de copos retornáveis substituindo os copos descartáveis. “Como o resultado da ação, recebemos o selo Consciência Circular do evento, por contribuir e propagar a consciência ambiental, fazendo com que todo o resíduo tenha um novo e útil destino, a logística reversa”, finaliza Susan.

 

 

Foto por: Divulgação

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você