33.4 C
Piçarras
sábado 24 de fevereiro de 2024


CASAN inicia construção de Poços de Visita em duas das principais vias centrais de Barra do Sul

Ouça a Matéria

Duas das principais vias centrais de Balneário Barra do Sul, a Avenida Amândio Cabral e a Rua Antônio Damásio, estão passando por obras complexas para implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário. Esta semana, a CASAN iniciou os trabalhos de implantação de um total de 39 Poços de Visita (PVs).

As equipes da empreiteira responsável estão realizando o trabalho de forma progressiva, com drenagem do lençol freático e posterior escavação dos profundos poços.

O Poço de Visita é uma das estruturas do Sistema de Esgotamento Sanitário, e é por ele que os técnicos terão acesso às redes subterrâneas quando estiverem em operação.

Nos próximos meses a Avenida Amândio Cabral também vai passar por obras de implantação de rede coletora de esgoto, no trecho entre as Ruas Abílio Mercias e Joaquim Teixeira.

Por serem vias situadas em uma região bastante movimentada, a CASAN solicita que pedestres e motoristas tenham atenção redobrada à sinalização, respeitando as delimitações colocadas pela empresa executora da obra.

OBRAS EM OUTRO SETOR

A CASAN também vem trabalhando nos PVs das ruas Figueira, Daniel Valdomiro Borges, Pedro da Veiga e Gert Schmitt. Paralelo a isso, nestas quatro vias, está sendo assentada rede funda de coleta e esgoto – um dos trabalhos mais complexos do projeto de implantação do sistema.

Posteriormente haverá o assentamento de tubulação mais rasa e instalação de Caixas de Inspeção (CIs) para futura conexão do esgoto residencial.

INVESTIMENTO

O investimento na implantação da primeira etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário de Balneário Barra do Sul é de R$ 46.798.047,00, recurso financiado junto à Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA). A infraestrutura vai permitir a coleta e tratamento do esgoto de 52% da população.

NÃO SE CONECTE À REDE

Apesar de a rede coletora estar sendo implantada, a CASAN reitera que os moradores não devem conectar o esgoto doméstico aos tubos coletores sem autorização prévia da concessionária. Para que o esgoto seja devidamente coletado e tratado, todo o Sistema de Esgotamento Sanitário deverá estar concluído e em operação. A interligação neste momento trará prejuízos ao ambiente da região, inclusive à balneabilidade das praias.

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você