24 C
Piçarras
quinta-feira 18 de abril de 2024


Abertas inscrições para trabalhar no Censo 2022

Ouça a Matéria

O IBGE abriu nesta quarta-feira (15) as inscrições do processo seletivo para contratar recenseadores, agente censitário supervisor (ACS), agente censitário municipal (ACM), agente censitário de administração e informática (ACAI) e coordenador censitário de área (CCA) que vão trabalhar na coleta de informações do Censo Demográfico 2022. Há vagas de trabalho para todas as cidades de Santa Catarina.

Para recenseador, as inscrições vão até 29 de dezembro. O candidato deverá escolher a área de trabalho e em qual cidade realizará a prova. A taxa para participar da seleção é de R$ 57,50, pode ser paga até 25 de janeiro, e a prova será aplicada na manhã do dia 27 de março. A previsão é que os aprovados trabalhem por até três meses na coleta domiciliar. O salário é pago de acordo com a produtividade.

Já para agente censitário supervisor (ACS) e agente censitário municipal (ACM), ambas de nível médio, os salários são de R$ 1.700 e R$ 2.100, respectivamente. A taxa de inscrição, que vai até dia 29 de dezembro, é de R$ 60,50, pode ser paga até 25 de janeiro, A prova será realizada também em 27 de março, só que na parte da tarde. 

As inscrições para recenseador, ACS e ACM podem ser feitas no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Outros dois editais foram lançados com vagas de nível médio para agente censitário de administração e informática (ACAI) e coordenador censitário de área (CCA). As inscrições custam R$ 44 para ACAI e de R$ 66 para CCA, e podem ser feitas até 10 de janeiro de 2022 no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). Os salários são de R$ 1.700 para ACAI e de R$ 3.677,27 para CCA, com jornada de 40 horas semanais, sendo oito horas diárias para ambas as funções. Para CCA, é obrigatório ter Carteira Nacional de Habilitação definitiva ou provisória, no mínimo categoria B, no prazo de validade.

COLETA DO CENSO 2022 SERÁ PRESENCIAL, POR TELEFONE OU INTERNET

Ciente do contexto de pandemia, o diretor adjunto de Pesquisas do IBGE, Cimar Azeredo, acrescenta que o Instituto está desenvolvendo protocolos que garantam a segurança do recenseador e do morador durante a coleta das informações. Além dos procedimentos de segurança, como uso de máscara, álcool e distanciamento mínimo, o morador terá a opção de responder ao recenseador presencialmente, por telefone ou ainda preencher o questionário pela internet.

“Essas três formas de coleta serão utilizadas durante a operação do Censo 2022. De qualquer forma, o recenseador terá que ir ao domicílio, seja para realizar a entrevista no local, obter o telefone do morador ou fornecer o link e a chave de acesso ao questionário para que o próprio morador preencha o questionário pela internet. O IBGE vai visitar mais de 70 milhões de domicílios. Estamos trabalhando para que a pesquisa que retrata o país seja realizada com segurança para todos”, garante Cimar.

CENSO 2022 VAI VISITAR TODOS OS MUNICÍPIOS BRASILEIROS

No ano que vem, cerca de 213 milhões de habitantes, em mais de 70 milhões de domicílios, serão visitados pelos recenseadores nos 5.570 municípios do país. A pesquisa revelará entre outras informações, as características dos domicílios, identificação étnico-racial, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho, mortalidade e autismo. Realizado a cada dez anos, o Censo Demográfico é a principal fonte de referência para o conhecimento das condições de vida da população em todos os municípios do país.

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você