24.9 C
Piçarras
sábado 13 de abril de 2024


Luiz Alves cria estações nos bairros para auxiliar ciclistas

Ouça a Matéria

A cidade de Luiz Alves acaba de criar um local público de aporte para que utiliza as bicicletas como meio habitual de locomoção, prática esportiva ou – movimento em alta na região – para o cicloturismo. Sete “Estações Ciclísticas” foram construídas em diversos pontos da cidade, contendo itens de emergência que poderão garantir uma pedalada completa aos ciclistas.

As estações contam com apoio para a bicicleta, bomba de ar para encher pneus e uma série de ferramentas que darão aporte a diversos reparos básicos no equipamento – afinal, imprevistos podem acontecer durante o pedal. Nas placas de identificação, também há um QR Code, que dará informações turísticas de visitação, estadia e alimentação.

“As Estações Ciclísticas são de grande utilidade e auxiliam a população local e de fora do município durante as rotas de trabalho ou de turismo e lazer. Além destes benefícios, nossa gestão tem como prioridade a responsabilidade ambiental e, essa ação vem de encontro com esse objetivo e oportuniza vida saudável aos ciclistas e colabora para termos um mundo melhor”, analisa o secretário de Esportes e Cultura, Henrique Lemke.

As Estações, além de favorecerem a comunidade local, vão ao encontro da crescente prática do cicloturismo – casando o esporte ao lazer. E, neste quesito, Luiz Alves conta com trechos para todas as categorias: desde o ciclista iniciante até o avançado, que poderão percorrer caminhos envoltos a muita beleza natural.

“Observando o aumento do número de ciclistas, tanto iniciantes quanto profissionais, em busca de conectar-se com a natureza e a procura de tranquilidade – misturada com adrenalina através de nossas montanhas, relevos e de nossas belezas naturais, como cachoeiras e trilhas – vimos a importância de darmos um suporte assim ao Cicloturismo”, reforça a secretária de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Priscilla Erbs de Freitas.

Além de aporte aos já usuários da bicicleta, a secretária analisa que “As Estações Ciclísticas servem de  apoio para incentivar mais ciclistas e moradores a adotarem esse meio de transporte sustentável. Acreditamos que quanto melhor atendermos estes turistas, e os moradores locais, automaticamente ajudaremos a incrementar o desenvolvimento do cicloturismo na nossa cidade. Nosso objetivo é servir de fonte de inspiração para demais municípios e assim incentivar cada vez mais o cicloturismo no Brasil”, finaliza.

ONDE ESTÃO AS ESTAÇÕES?

– Bairro Braço Serafim e Braço Paula Ramos, em frente ao Ginásio de Esportes Waldemar Volles

– Bairro Alto Máximo, na Estrada Geral Ribeirão Máximo, em frente à escola municipal Arlindo  Zimmermann

– Bairro Ribeirão do Padre, na Rua Prof. Celeste Scola, em frente à escola municipal Celeste Scola

– Bairro Rio do Peixe, na Rua Faustino Martine, em frente à Unidade Básica de Saúde Márgio Melchioretto

– Bairro Alto Canoas, na Rua Pref. Leopoldo Schoepping, em frente à Unidade Básica de Saúde Rio Canoas

– Rua Dom Bosco, no Bairro Dom Bosco, na praça com academia ao ar livre

– Praça Braço Cunha, na Rua Vereador Crisóstomo Gesser, junto ao parque infantil e academia ao ar livre

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você