19.9 C
Piçarras
segunda-feira 22 de abril de 2024


Balneário Piçarras: Justiça mantém prisão de traficante detido com mais de 10 quilos de maconha

Ouça a Matéria

O juiz de Direito da 1ª Vara Criminal de Itajaí, Marcus Vinicius Von Bittencourt, converteu em prisão preventiva a detenção em flagrante do traficante – V.M.R (27 anos) – realizada pela Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) na tarde de sexta-feira, 1ª de setembro. A decisão veio após a audiência de custódia, realizada na tarde de sábado, 2, momento em que o magistrado analisou o histórico do criminoso e a quantidade de droga apreendida. Ele transportava, de motocicleta, 10 quilos de maconha em sua mochila bag, na Rua Londrina, Centro de Balneário Piçarras.

“Concretamente, pode-se afirmar que a garantia da ordem pública resulta tanto da repercussão social do fato, quanto da nítida propensão do conduzido em delinquir, considerando a quantidade de entorpecentes, o “modus operandi” de entrega da substância como motoneta no estilo delivery, fracionadas, bem como da indiciária habitualidade criminosa (considerando os elementos já previamente colhidos a este flagrante), donde tenho que as medidas cautelares não surtiriam qualquer efeito inibitório, até como forma de se prestigiar a diligente atuação policial”, afirmou no despacho.

“Trata-se de conduzido reincidente, inclusive específico. Possui maus antecedentes e portanto, a prisão preventiva do Conduzido é medida de rigor para garantia da ordem pública”

FOTO, PMSC

Conforme apurou o Jornal do Comércio, V.M.R tem outras passagens: em 2016 e 2019. Ambas por tráfico de drogas. Com a decisão do magistrado, ele permanecerá por até mais 90 dias no Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, no bairro de Canhanduba, em Itajaí – prazo que pode ser mantido no decorrer do processo ou revogado por medidas de esferas superiores do judiciário. “Trata-se de conduzido reincidente, inclusive específico. Possui maus antecedentes e portanto, a prisão preventiva do Conduzido é medida de rigor para garantia da ordem pública”, categorizou o juiz.

V.M.R foi preso na Rua Londrina. Em sua mochila – utilizada por motoboys para entrega de alimentos – os policiais militares de Balneário Piçarras e Penha localizaram 11 tabletes da droga. “Ele trazia consigo uma caixa de entrega tipo delivery, contendo em seu interior 11 tabletes de maconha pesando pouco mais de 10kg”, detalhou o major da PMSC de Penha, Fabrício Neves Murer. Em sua residência, os policiais localizaram anotações do tráfico, documentos e balança de precisão.


Seguindo a Lei de Abuso de Autoridade, sancionada em 2019, as forças policiais pararam de publicar em redes sociais, em páginas institucionais e de divulgar à imprensa fotos e nomes de suspeitos ou presos.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você