18.9 C
Piçarras
segunda-feira 22 de abril de 2024


Criminoso é preso após estrangular idosa, em Barra Velha

Ouça a Matéria

Cleber Santos de Oliveira (24 anos) está preso preventivamente na Unidade Prisional Avançada de Barra Velha. Ele confessou ter tirado a vida da idosa e sua vizinha, Maria Lurdes da Silva (65 anos), na tarde do último sábado, 28 – sendo que, horas depois, acionou a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) para se entregar. Ele a estrangulou com o fio de carregador de celular após tê-la feito desmaiar com um golpe de ‘mata-leão’.

Cleber se entregou horas depois do crime

Na manhã desta segunda-feira, 30, Cleber passou pela audiência de custódia com a Justiça, momento em que teve o flagrante convertido em preventiva. A frieza da narrativa impressiona. Usuário de cocaína, Cleber disse que foi a casa de Maria utilizar o sinal de wi-fi e chamar um Uber. Aos policiais, “afirmou que “chegando lá, deu algum ‘transtorno’ na cabeça dele que o levou a matá-la”, escreve o juiz, Rogério Manke.

O magistrado detalhou ainda que “disse que conhecia a vítima porque era amiga da sua avó. Relatou que deu um mata-leão para a vítima desmaiar e depois a estrangulou com um fio de carregador de celular. Relatou que a vítima tinha recém-saído do banho e por isso estava com pouca roupa. Após o homicídio, saiu normalmente. Por fim, relatou que é usuário de cocaína e estava usando desde de manhã”.

Cleber já utilizava tornozeleira eletrônica

O crime ocorreu em uma residência da rua Otacílio João Vieira, no bairro de São Cristóvão. Ele foi preso neste domingo, 29, momento em que o corpo de Maria também foi localizado. Cleber já possui problemas judiciais, inclusive, no momento do crime utilizava uma tornozeleira eletrônica. Ela estava danificada.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você