30 C
Piçarras
sábado 24 de fevereiro de 2024


Feminicídio: Homem de 70 anos é preso após atirar contra a própria esposa, em Penha

Ouça a Matéria

Um homem de 70 anos foi preso na madrugada de 24 de dezembro, em Armação, na Penha, pelo crime de feminicídio contra sua esposa, de 40 anos. Detido em flagrante pela Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), ele teria realizado ao menos quatro disparos de arma de fogo contra a mulher – que, felizmente, não se feriu.

O crime ocorreu por volta das 2h da madrugada. Ela compareceu ao quartel da PMSC buscando proteção após “ter fugido de sua casa depois de o ex-marido ter atentado a tiros contra sua vida”, detalhou a corporação. Muito assustada, a vítima relatou aos policiais que se trancou no banheiro e fugiu de casa pelo vitrô para escapar do marido.

A vítima disse que estava separada do marido, porém residindo ainda na mesma casa, vivendo em quartos separados. Durante a noite, depois de ter ingerido bebida alcoólica, o ex-marido a acusou de ter furtado dinheiro de uma gaveta de seu quarto. Houve discussão e o autor realizou disparos de arma de fogo, um revólver calibre 32, contra a porta do cômodo em que a vítima se trancou.

“Bastante alterado, ele ainda tentou arrombar a porta sem, entretanto, conseguir seu intento”, acrescentou a PMSC. Não satisfeito, ele deu a volta pelo jardim, tentando acertá-la por uma outra porta.

Na residência, os PM´s conversaram com o filho do autor. Eledisse ter testemunhado os disparos efetuados pelo pai e apontou o quarto onde seu pai estaria. O autor foi flagrado dormindo com o revólver ao seu lado. Uma segunda arma, tipo pistola, calibre 9 mm, não utilizada na ocasião, foi encontrada na residência.

Ele foi detido e encaminhado à Central de Plantão Policial, onde foi autuado e preso em flagrante delito. Ele está no Complexo Prisional Vale do Itajaí, no bairro da Canhanduba, em Itajaí.

Seguindo a Lei de Abuso de Autoridade, sancionada em 2019, as forças policiais pararam de publicar em redes sociais, em páginas institucionais e de divulgar à imprensa fotos e nomes de suspeitos ou presos.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você