18.9 C
Piçarras
segunda-feira 22 de abril de 2024


Operação 360 Infinito: Membro de facção criminosa é preso em Balneário Piçarras

Segundo a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), o detido é “integrante do Comando Vermelho” do estado de Goiás e estava escondido na região

Foto Ilustrativa
Ouça a Matéria

A equipe policial da 2ª Companhia do 25° Batalhão (Penha e Balneário Piçarras) prendeu no início da noite desta segunda-feira, 31, durante a Operação 360 Infinito, um foragido da justiça do estado de Goiás. R.P.B (34 anos) foi detido na Rua 3.400, no bairro Itacolomi, em Balneário Piçarras, em cumprimento ao mandado de prisão por associação a organização criminosa.

Segundo a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), o detido é “integrante do Comando Vermelho” e estava escondido na região. A agência de inteligência da PMSC “tinha informações do paradeiro do indivíduo e uma ação foi preparada para prendê-lo”. Durante a abordagem, ele apresentou dados falsos aos policiais.

“O detido se identificou aos Policiais com outro nome, além de apresentar documentos falsos”, acrescentou nota oficial do Batalhão. O autor foi conduzido à Central de Plantão Policial devido ao flagrante delito de falsidade ideológica, além de ser cumprido o mandado de prisão em seu desfavor.

O mandado de prisão temporária foi expedido em 23 de novembro de 2021. Na tarde desta terça-feira, 1º de agosto, R.B.P passou pela audiência de custódia junto à Comarca de Balneário Piçarras, por conta da prisão por falsidade ideológica. O juiz, Luiz Carlos Vailati Junior, converteu em preventiva a prisão em flagrante, autorizando ainda “a quebra do sigilo de dados telefônicos, a fim de que a autoridade policial possa acessar os dados constantes nos telefones como mensagem de texto e WhatsApp, últimas ligações, fotos e vídeos”.

Seguindo a Lei de Abuso de Autoridade, sancionada em 2019, as forças policiais pararam de publicar em redes sociais, em páginas institucionais e de divulgar à imprensa fotos e nomes de suspeitos ou presos.

OPERAÇÃO 360 INFINITO

A ação teve como objetivo reprimir o tráfico de drogas, cumprir mandados de prisão, realizar prisões em flagrante e retração da criminalidade violenta através de varreduras, fiscalizações em pontos críticos e áreas de risco, além de operações barreiras, feitas em pontos distintos da cidade.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você