24.3 C
Piçarras
domingo 25 de fevereiro de 2024


Pesquisa revela boa gestão fiscal de Piçarras

Ouça a Matéria

De acordo com recente pesquisa de análise da gestão fiscal dos municípios brasileiros, criado pelo Sistema FIRJAN, Balneário Piçarras aparece na 16ª colocação em Santa Catarina, com conceito B, de ‘Boa Gestão Fiscal’. Em sua primeira edição e com periodicidade anual, o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) traz dados relativos a 2010 e informações comparativas com os anos de 2006 até 2009, apontando o município com um índice de 0,7980 em uma escala até 1.
Para o Governo Municipal, o índice e a colocação de Balneário Piçarras são atribuídos à política fiscal de cobrança. “É reflexo de um trabalho que já vem sendo realizado há algum tempo. Uma gestão de cobrança para evitar a inadimplência”, acredita o secretário de Administração e Fazenda, Carlos Alberto Francisco. “Mostra que a aplicação de normas de controle dão resultado”, acrescenta.
O índice varia entre 0 e 1. Quanto maior, melhor é a gestão fiscal do município, segundo o Firjan. Cada município é classificado com conceitos: A (Gestão de Excelência, acima de 0,8001 pontos), B (Boa Gestão, entre 0,6001 e 0,8), C (Gestão em Dificuldade, entre 0,4001 e 0,6) ou D (Gestão Crítica, inferiores a 0,4 pontos).  Para formação do índice de cada cidade, o Firjan analisa e soma outro cinco quesitos: Receita Própria, Pessoal, Investimentos, Liquidez e Custo da Dívida.
Neste outros cinco quesitos, Balneário Piçarras também obteve boas médias. 0,8040 e Conceito A em Receita Própria; Conceito B em Gastos de Pessoal com 0,6062; Conceito A pela média de 1 em Investimentos; média 0,9030; Conceito A em Liquidez e Conceito C em Custo da Divida pela média de 0,5234. Para o secretário, o índice do custo da dívida é explicado com o resultado do quesito investimentos.
“Você contrai empréstimos para fazer investimentos e acaba elevando a dívida da cidade”, comenta Francisco, explicando sobre a dificuldade de municípios menores realizarem obras com recursos próprios. Contudo ele salienta que a cidade possui boa capacidade de endividamento e não vê motivos para preocupação com o índice aferido.
De acordo com a pesquisa, em Santa Catarina, Balneário Piçarras ficou atrás apenas de Balneário Camboriú (1º), Bombinhas, Porto Belo, Itapoá, São Carlos, Garopaba, Timbó, Campo Alegre, Criciúma, Balneário Arroio do Silva, Itapema, Palhoça, Salto Veloso, Turvo e Penha (15º).
 

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você