24.3 C
Piçarras
domingo 25 de fevereiro de 2024


Definidas as cinco espécies que concorrerão ao título de Ave Símbolo de Balneário Piçarras

Votação popular definirá entre o Tangará (áreas de Floresta), a Fragata ou Tesourão (das ilhas e praia), a Maria-da-restinga (da Restinga), o Tié-sangue (do Rio) e o Pica-pau-branco (da área urbana)

Ouça a Matéria

A Associação de Defesa do Meio Ambiente SelvAge Mata Atlântica, Instituto do Meio Ambiente de Balneário Piçarras (IMP) e Secretaria de Educação divulgaram a relação de aves que participarão da votação popular para escolha da Ave Símbolo de Balneário Piçarras. As candidatas com seus habitats característico, são: Tangará (áreas de Floresta), a Fragata ou Tesourão (das ilhas e praia), a Maria-da-restinga (da Restinga), o Tié-sangue (do Rio) e o Pica-pau-branco (da área urbana).

A votação será realizada entre os dias 15 e 30 de setembro de forma on-line e em diversos locais públicos (escolas, unidades de saúde, Câmara de Vereadores e secretarias, além da sede do IMP e sede da ONG). O resultado da ave eleita será divulgado no dia 5 de outubro, que é comemorado no Brasil o Dia das Aves, uma data instituída para lembrar a importância da conservação das aves, um dos grupos de animais mais impactados pela presença humana. A escolhida será oficializada como a Ave Símbolo de Balneário Piçarras, por meio de Decreto Municipal.

O projeto Ave Símbolo do Município de Balneário Piçarras tem cinco aves candidatas que foram escolhidas após pesquisas e diversas reuniões entre a bióloga da ONG e os técnicos do IMP. “Foi decidido escolher uma ave caraterística de cada ambiente existente no município e com o cuidado de não ser a mesma de municípios vizinhos”, detalha a bióloga da ONG, Patricia Cuadrado. O trabalho também possui viés educacional.

“O Projeto Ave símbolo de Balneário Piçarras visa envolver a comunidade na preservação do Meio Ambiente, uma vez que tendo maior conhecimento da nossa fauna há maior engajamento social para proteção. Dessa maneira, a população torna-se aliada na causa ambiental. O projeto também incentivou as crianças para a observação de aves, atividade bastante desenvolvida na região e que aproxima as pessoas da natureza”, comenta a presidente do IMP, Rosemari Bona.

Foram realizadas palestras e visitas na Trilha Ecológica do Morro do Quininho para 17 turmas das escolas municipais e 2 turmas da rede particular, somando mais de 550 alunos participantes. Após, professores e alunos realizaram pesquisas, cartazes e exposições nas escolas sobre as espécies que avistaram nos 450 hectares de mata nativa bem conservada do Quininho, onde está a ONG. O IMP disponibilizou 20 binóculos para a ONG Selvage para as atividades com os alunos  para que eles pudessem visualizar mais de perto as aves

“O objetivo do projeto é promover um vínculo constante da comunidade com a avifauna local e consequentemente, um maior respeito pelo meio ambiente e preocupação com a preservação ambiental. Durante os trabalhos em campo e nas salas de aula foi possível conscientizar os alunos sobre a importância ecológica das aves nos diferentes ambientes da sua cidade e assim engajar a população com a preservação e conservação da fauna e flora local”, ressalta Patrícia.

AVE SÍMBOLO

A bióloga da ONG pontua ainda que “uma ave símbolo é agregada aos símbolos oficiais do município. Mais do que criar uma identidade, conecta a população com o meio ambiente, por meio de um exemplo, nativo, conhecido e reconhecível. Vários países têm sua ave símbolo oficializada, bem como unidades da federação e também diversos municípios brasileiros”.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você