18.9 C
Piçarras
segunda-feira 22 de abril de 2024


Balneário Piçarras inicia projeto para avenida ligando Morretes à Nossa Senhora da Conceição

Ouça a Matéria

A Secretaria de Obras de Balneário Piçarras iniciou o projeto de construção de uma avenida interligando os bairros de Morretes e Nossa Senhora da Conceição – em paralelo à marginal da Rodovia BR-101. O trabalho vai ao encontro dos alertas da concessionária Arteris Litoral Sul, que pretende implantar a mão única no trecho Norte/Sul da marginal de acesso ao município.

“É um projeto do Governo para fazer uma rota alternativa em função da marginal que deverá ser fechada. Nós temos o projeto pronto, o licenciamento ambiental já definido e a autorização dos proprietários”, detalhou o secretário, Orli Carlos Ferreira Júnior. A nova via deve ter cerca de um quilômetro, conectando a Rua Abílio Manoel de Borba com a Rua Vereador Altair de Souza (na região da Escola Professora Felicidade Pinto Figueredo). Posteriormente, a via será levada até a Avenida André Bento Nogueira.

“É um projeto do Governo para fazer uma rota alternativa em função da marginal que deverá ser fechada”

ORLI CARLOS FERREIRA JUNIOR
FOTO, FELIPE FRANCO / JC

Por conta da complexidade do projeto, a Secretaria vem procedendo com a abertura do trajeto e seu aterro necessário, já que a via ladeia um pequeno córrego. “Começamos a fazer a limpeza, mas, é uma obra que – efetivamente – ela vai demorar a acontecer. Ela precisa de mais de 60 mil metros cúbicos de barro”, acrescenta o secretário.

Ele prevê que o trecho esteja totalmente aberto dentro de um ano. “A gente vai evoluir ela conforte a doação de material de outras obras, até mesmo para baratear o custo desse projeto. Não é uma obra que eu começo e acabo. É uma obra que vai demorar um pouco para acontecer”, complementa Orli.

O secretário também confirmou as intenções da concessionária que administra a BR-101. “A Autopista já falou e já ameaçou diversas vezes em reuniões que vai fechar esse fluxo em contramão. Então, o prefeito Tiago em reunião com eles pontuou que vai desenvolver esse projeto para poder criar uma rota alternativa – elevando a acessibilidade e segurança”, encerrou, pontuando ainda que o trânsito nas marginais deverá seguir o modal utilizado em todas as demais cidades que costeiam a rodovia.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você