26.1 C
Piçarras
terça-feira 16 de abril de 2024


Balneário Piçarras planeja hastear a Bandeira Azul no dia de seu aniversário

“Temos algumas etapas ainda. Entre novembro e dezembro ocorre a visita do júri para aferição em campo, das condições das praias”

Ouça a Matéria

Balneário Piçarras espera hastear a cobiçada certificação internacional Bandeira Azul 2023/2024, concedido para toda sua orla Norte, no dia em que comemora 60 anos de emancipação política: 14 de dezembro. Na última sexta-feira, 27, em cerimônia na Tedesco Marina, em Balneário Camboriú, o município recebeu as bandeiras que serão ostentadas ao longo dos 4.425 metros.

“Provavelmente será em 15 de dezembro, aniversário da cidade, mas vamos aguardar a conclusão da visita para a divulgação”

LIARA ROTTA PADILHA

“Temos algumas etapas ainda. Entre novembro e dezembro ocorre a visita do júri para aferição em campo, das condições das praias. Somente depois dessa validação, que podemos hastear. Provavelmente será em 15 de dezembro, aniversário da cidade, mas vamos aguardar a conclusão da visita para a divulgação”, adiantou a presidente do Instituto do Meio Ambiente (IMP) de Balneário Piçarras, Liara Rotta Padilha.

“A gente tem o potencial de ter a praia inteira certificada pelo Bandeira Azul. Nós conseguimos a ampliação desse trecho, então, praticamente dobramos o trecho de orla com a certificação, agora com 4.425 metros”, detalhou Liara, pontuando a ampliação de 1.225 metros no trecho final da orla: a partir da Rua Canto do Sol e denominado Praia da Ponta do Jacques.

Este é o sexto ano consecutivo de certificação municipal, com recorrente aumento do trecho qualificado da Praia de Piçarras. Agora, o trecho compreende do Molhe Norte (descida da Avenida Getúlio Vargas) até o limite com o município vizinho de Barra Velha. Balneário Piçarras faz parte do seleto grupo de 31 praias e 11 marinas chancelados pelo Júri Internacional para hastearam a bandeira nesta temporada de verão.

Município já está em posse da Bandeira Azul – Foto, Divulgação PMBP

A presidente também confirmou que o Governo trabalha para certificar o último trecho faltante: da Barra Sul à Molhe Norte. “Já protocolamos o projeto piloto para área central da orla. Vamos fazer as análises de qualidade da água e positivando as análises, preenchendo os critérios, o nosso intuito é para que no ano que vem a gente tenha a praia inteira certificada”, encerrou.

Para cumprimento das exigências do programa, é necessário ainda manter a praia própria para banho, realizar a manutenção de banheiros na faixa certificada e garantir a acessibilidade de cadeira anfíbia para portadores de necessidades especiais. “O instituto vai, junto à Secretaria de Turismo, buscar parcerias para a realização das atividades de educação ambiental exigidas pelo programa”, complementou a presidente.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você