14 C
Piçarras
quarta-feira 29 de maio de 2024


Criminoso que matou quatro crianças e feriu mais cinco em creche de Blumenau vai a júri popular

Ouça a Matéria

O criminoso que matou quatro crianças e feriu mais cinco na Creche Cantinho Bom Pastor, em Blumenau, vai a júri popular. A acusação foi admitida pela Justiça, que aceitou todas as teses do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), e ele responderá por cinco tentativas e quatro homicídios consumados contra crianças que estavam na creche na hora do ataque, em 5 de abril deste ano. O caso comoveu a comunidade de Blumenau e todo o país.

A decisão do Juiz da 2ª Vara Criminal de Blumenau saiu nesta terça-feira, 31, após denunciada oferecida pelo promotor de Justiça da 10ª Promotoria de Justiça de Blumenau, Rodrigo Andrade Viviani. O acusado vai ser julgado pelo Conselho de Sentença por homicídio, com as qualificadoras de motivo torpe, meio cruel, recurso que dificultou a defesa das vítimas e pelo fato de os crimes terem sido praticados contra menores de 14 anos, conforme requereu o MPSC à Justiça. 

Defesa tentou alegar insanidade – Foto, Eduardo Valente / SECOM, SC

Antes da sentença de pronúncia, entre os dias 5 e 6 deste mês, foram feitas as audiências de instrução e julgamento, nas quais foram ouvidas 16 testemunhas sobre o massacre à creche. A audiência de instrução e julgamento é um ato do processo para colher provas orais por meio de depoimentos das partes e das testemunhas. Essas provas serviram como base para o Judiciário decidir pela sentença de pronúncia, o que levou à decisão de o réu ser julgado pelo Tribunal do Júri.  

A 10ª Promotoria de Justiça ofereceu a denúncia do réu 13 dias depois do atentado, tão logo recebeu a conclusão do inquérito da Polícia Civil. Depois que o MPSC ofereceu a denúncia, a defesa do réu requereu à Justiça o incidente de insanidade, que verifica por meio de procedimento médico a saúde mental do acusado. Enquanto o exame era feito, o processo foi suspenso. Porém, o laudo concluiu que o réu era imputável, o que significa que tinha entendimento de seus atos na época do atentado, garantindo, assim, a sequência das etapas processuais do caso.

CRIME QUE CHOCOU O BRASIL  

O atentado à creche Cantinho Bom Pastor deixou a comunidade de Blumenau de luto e chocou todo o país. Era por volta das 9 horas da manhã de quarta-feira (5/4) quando o criminoso pulou o muro da creche e, segundo a denúncia, matou quatro crianças entre 3 e 5 anos. Outras cinco crianças ficaram feridas no ataque e foram encaminhadas para o hospital.  


Seguindo recomendações mais recentes de especialistas das áreas da psicologia e de investigação criminal, o Jornal do Comércio deixará de publicar o nome de autores de massacres. A decisão tem por objetivo evitar a visibilidade do agressor, situação essa que pode estimular outros crimes. Análises técnicas revelam que pessoas com esse perfil buscam notoriedade midiática.

REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
REDAÇÃO, JORNAL DO COMÉRCIO
Desde 1989 informando a comunidade. Edição impressa semanal sempre aos sábados.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você