21 C
Piçarras
quinta-feira 18 de abril de 2024


Projeto do Porto Park Balneário Piçarras é apresentado ao Governo do Estado

Agenda técnica e política busca agilizar a regularização do Molhe Turístico Joaquim Pires junto à Marinha do Brasil, para que a ideia turística possa sair do papel

Ouça a Matéria

O projeto Porto Park Balneário Piçarras foi apresentado ao Governo do Estado na tarde desta quarta-feira, 19. Os idealizadores do equipamento, oficialmente chamado por Instalação Portuária para o Turismo no Brasil (IPTUR) se reuniram com os gestores das secretarias de Portos, Aeroportos e Rodovias e da Indústria, Comércio e Serviços para detalhar o projeto e agilizar um dos últimos entraves: a regularização do Molhe Turístico Joaquim Pires junto à Marinha do Brasil.

LEIA: Porto Park Balneário Piçarras tem seu lançamento concretizado: “estamos licenciados”

“Resta apenas uma pendência importante, é que, para nossa surpresa o nosso molhe não foi aprovado nos órgãos oficiais da Marinha. Então, isto gerou um outro processo que estamos buscando resolver no curto prazo com estas agendas políticas. Isto acabou aparecendo agora. Mas o secretário de Portos, Aeroportos e Rodovias e da Indústria, Comércio e Serviços, Beto Martins, prometeu resolver o quanto antes”, explica o arquiteto e urbanista idealizador do projeto, Renato Kfuri.

“Resta apenas uma pendência importante, é que, para nossa surpresa o nosso molhe não foi aprovado nos órgãos oficiais da Marinha”

O projeto prevê a construção de 360 metros de píer ao final do Molhe Turístico Joaquim Pires, na barra Sul de Balneário Piçarras – que precisa ser legalizado junto aos colegiados náuticos para que a ideia turística possa ser executada. O píer terá 25 metros de largura para receber lojas, gastronomia, parque de diversão, vagas molhadas para embarcações e uma plataforma de embarque e desembarque para transporte marítimo intermunicipal e de recepção para passageiros de cruzeiros.

“Quanto ao projeto em si, com a plataforma e tudo que foi planejado já está totalmente aprovado”, garantiu o arquiteto da empresa ARKTEMÁTICA. Também participaram da reunião o empresário da empresa Flomar Transporte Aquaviários, idealizadora do projeto Porto Park Balneário Piçarras, Aldo Maciel, o vereador Marco Pedroso (MDB), o secretário de Esporte e Lazer de Balneário Piçarras, Bira Junior, e o ex-secretário de Turismo de Balneário Piçarras, Lávio Dalfovo.

“Saio extremamente satisfeito e compensatório desta pauta em poder ter grandes nomes do Governo do Estado engajados com o nosso projeto”, definiu o vereador piçarrense, Marco Pedroso. Já o secretário de Esportes disse ter “certeza de que após desta obra nossa cidade não será mais a mesma”.


Com previsão de investimentos na ordem de R$ 150 milhões – financiados por investidores – o projeto possui todos os avais permissos e a Licença Ambiental Prévia concedida pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA), caminhando com estudos para liberação do documento final.  “O grande diferencial é com toda certeza ter uma atração. Vamos partir para um lado muito mais turístico. […] Vai beneficiar a região toda, não só Balneário Piçarras. O estado todo ganha com esse projeto”, finalizou Kfuri.

2 COMENTÁRIOS

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
ARTIGO  |  Balneário içarras: em busca de um turismo sustentável
8 meses atrás

[…] com atrativos como nossa bela praia, o MUSEU OCEANOGRÁFICO e algumas iniciativas privadas, como o PORTO PARK. No entanto, para alcançar o status de cidade turística de destaque, precisamos avançar […]

trackback
ARTIGO  |  Balneário Piçarras: em busca de um turismo sustentável
8 meses atrás

[…] com atrativos como nossa bela praia, o MUSEU OCEANOGRÁFICO e algumas iniciativas privadas, como o PORTO PARK. No entanto, para alcançar o status de cidade turística de destaque, precisamos avançar […]

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você