20.6 C
Piçarras
terça-feira 18 de junho de 2024


Balneário Piçarras lança Programa de Acolhimento e Reintegração Social

Foto, FreePik.com
Ouça a Matéria

A Secretaria de Assistência Social de Balneário Piçarras deu início ao Programa de Acolhimento e Reintegração Social, voltado à moradores em situação de rua. Entre as ações, constam a opção de internação voluntária para tratamento de saúde, o encaminhamento para vagas de trabalho remunerado e a oferta de passagem de ônibus para retornar à cidade de origem, ou onde a pessoa possua vínculo familiar.

“A implementação do programa proposto é justificada por diversas razões fundamentais que buscam endereçar questões sociais e contribuir para o bem-estar da comunidade. O Programa de Acolhimento e Reintegração Social visa atender às necessidades específicas de cidadãos em situação de rua, promovendo a inclusão social e oferecendo oportunidades reais de mudança de vida. A presença de cidadãos em situação de rua evidencia uma realidade de vulnerabilidade social”, pontua o secretário, Dorval Vieira.

“A implementação do programa proposto é justificada por diversas razões fundamentais que buscam endereçar questões sociais e contribuir para o bem-estar da comunidade”

DORVAL VIEIRA

O programa terá o apoio do Balcão da Cidadania (Sistema Nacional de Emprego – SINE) e do Portal Balneário Piçarras Mais Empregos para consultar as vagas de trabalho disponíveis, ofertando novas perspectivas de vida às pessoas sem moradia e socialmente vulneráveis.  “O programa visa abordar essa situação de maneira integral, oferecendo não apenas assistência imediata, mas também oportunidades para reintegração social”, reforça o gestor.

“o programa está alinhado com a legislação vigente, respeitando direitos individuais e promovendo ações que atendem aos princípios da isonomia, legalidade, moralidade e igualdade”

DORVAL VIEIRA

Os profissionais de Assistência Social já executam ações em prol dessa parcela da sociedade, que vai receber ampliação dentro do Programa de Acolhimento e Reintegração Social. “Ao oferecer encaminhamentos para tratamento junto ao setor da Atenção à Saúde Mental) incluindo internação voluntária e involuntária em casos de necessidade, o programa reconhece a importância da saúde mental na reintegração social, abordando a dependência química de maneira abrangente e humanizada. Por fim, o programa está alinhado com a legislação vigente, respeitando direitos individuais e promovendo ações que atendem aos princípios da isonomia, legalidade, moralidade e igualdade. Em síntese, o programa proposto se fundamenta na necessidade de abordar questões sociais complexas, promovendo a inclusão, conscientização e cuidado abrangente para contribuir significativamente para o bem-estar da comunidade local”, complementa Dorval.

O programa também vai realizar encontros e orientações durante o período de permanência no projeto. Eles terão por “objetivo facilitar a reintegração social, auxiliando os participantes na identificação de direcionamentos e oportunidades para um futuro mais promissor. A campanha ‘Transforme Destinos, Não Apenas Realidades’, visa sensibilizar a comunidade sobre práticas mais eficazes de auxílio aos vulneráveis, promovendo uma doação consciente e sustentável que contribua efetivamente para a mudança de realidades”, encerrou o secretário.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você