25 C
Piçarras
quinta-feira 29 de fevereiro de 2024


Bandeira Azul de Balneário Piçarras é retirada temporariamente pela segunda vez

Ouça a Matéria

Pela segunda vez na atual temporada de verão (2023/2024), o Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) atestou o ponto 2 da praia de Balneário Piçarras (margem esquerda do Molhe Norte) como impróprio para banho. A situação foi revelada na última sexta-feira, 26, com a divulgação dos resultados dos testes de balneabilidade, o que obrigou o município a retirar a Bandeira Azul até que a condição sanitária se normalize. Alto volume de chuvas influenciou no resultado.

O ponto é considerado “Impróprio” quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local, for superior a 800 Escherichia coli por 100 mililitros. Ou, quando na última coleta o resultado for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros – situação em que se enquadrou Balneário Piçarras: o número de Escherichia coli ao lado do Molhe Norte foi de 1.081. O teste foi feito dia 23.

A Bandeira Azul do setor, conforme as regras do programa internacional que atesta a qualidade ambiental de balneários, deverá permanecer fora do mastro até que um novo teste do IMA constate o ponto como “Próprio” para banho – da mesma forma como ocorreu com o teste de 3 de janeiro, que também aferiu a falta de qualidade da água no local. A próxima análise da equipe do IMA ocorrerá ao longo desta semana.

A presidente do Instituto do Meio Ambiente de Balneário Piçarras, Liára Rotta Padilha, pontua que a aferição negativa decorre do alto volume de chuvas dos dias anteriores.  “Esse período de alta precipitação tá suscetível a pegar esses resultados. Então, tanto é que a recomendação sempre é não entrar na praia, no mar, pós-período de precipitação, porque ele acaba drenando toda a água da cidade para a praia e é como se fosse uma grande lavagem mesmo”, pontua

No início do ano, situação foi registrada pela primeira vez – também pelo volume de chuvas

Para a temporada 2023/2024, Balneário Piçarras obteve a certificação para dois trechos. O segundo deles, chamado de Praia da Ponta do Jacques, está entre a Rua 3.750 até o limite com o município de Barra Velha – ao longo de 1.225 metros da orla. Nele, a Bandeira Azul segue tremulando.

45% DAS PRAIAS DO ESTADO ESTÃO IMPRÓPRIAS
O relatório divulgado na sexta-feira, 26, cita que nos 238 pontos monitorados pelo Instituto no litoral catarinense, 131 estão próprios para banho, o que representa 55,04%. O elevado número de praias impróprias ocorreu diante do período de chuva que antecedeu os testes.

“Não é recomendado o banho de mar nas primeiras 24/48 horas após a ocorrência de chuvas de maior intensidade, bem como, nas proximidades de saída de canais ou galerias de águas pluviais, pois as chuvas podem arrastar material contaminado, o que pode deteriorar a qualidade das águas para banho”, pontua o IMA.

Pelos testes do IMA, Balneário Piçarras também apresenta o Ponto 1 (descida da Rua Nackle Francisco) impróprio. Em Penha, dos 11 locais analisados, apenas 2 estão próprios: Praia Vermelha e Bacia da Vovó. Já em Barra Velha, são cinco locais e três não possuem condições para banho. Estão próprios o Ponto 1 (altura do nº 555 da Av. Armando Petrelli) e a Praia do Cerro).

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você