25 C
Piçarras
quinta-feira 29 de fevereiro de 2024


Governo do Estado oficializa elevação da Delegacia da Polícia Civil em Penha

Ouça a Matéria

O governador do Estado, Jorginho Mello (PL) – acompanhado da alta cúpula do setor de segurança do Estado – esteve na tarde desta terça-feira, 23, em Penha. Na ocasião, participou da cerimônia de elevação da Delegacia da Polícia Civil, em ato já confirmado burocraticamente em agosto do ano passado e que vem avançando nos últimos vezes com a nomeação de um delegado titular: Angelo Fragelli.

 “Eu me casei com a política e eu me gosto por isso: se eu assumi um compromisso, eu cumpro”, disse Jorginho em seu discurso. Ele direcionou sua fala ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, também presente ao evento, junto de sua esposa e desembargadora do Tribunal de Justiça do Paraná, Rosana Fachin, e com quem se comprometeu a consolidar a Comarca de Penha.

 “Eu me casei com a política e eu me gosto por isso: se eu assumi um compromisso, eu cumpro”

JORGINHO MELLO
FOTOS, FELIPE FRANCO / JC

“Merece aplauso a pessoa pública que cumpre a sua palavra. No dia de hoje temos aqui o cumprimento de uma palavra, o cumprimento também de um sonho”, pontuou Fachin, revelando um encontro, na Casa da Agronômica, no qual o governador se comprometeu em auxiliar no processo da criação da Comarca de Penha – situação que desvinculou o Poder Judiciário, Polícia Civil e Cartorário da cidade de Balneário Piçarras.

Casal Fachin é responsável por encabeçar as articulações para Penha se tornar Comarca

O casal Fachin possui residência em Penha e articulou diretamente o processo para que Penha fosse transformada em Comarca, ato marcado pela instalação do Fórum Ministro Teori Albino Zavascki, em julho de 2022. O batismo em homenagem também foi citado por Fachin. “No dia de seu falecimento, Rosana e eu tínhamos a missão de homenagear o nome do catarinense Teori e conseguimos”, acrescentou.

O secretário de Estado da Segurança Pública, Sargento Lima, disse que com a ascensão de Delegacia Municipal para Delegacia de Comarca, “teremos delegado fixo, o que é muito bom, diria que excepcional, termos um delegado para a região mesmo. Vai ter foco na cidade e os resultados serão maravilhosos como os outros índices que temos da diminuição da violência no estado”.

“Há um impacto direto na população local, dando mais segurança para o indivíduo se dirigir para a delegacia. A minha presença aqui como delegado fixo, irá agilizar ainda mais os processos”

O delegado titular da Delegacia de Comarca de Penha, que assumiu em outubro, Angelo Fragelli, enfatizou que a ampliação dos serviços também trouxe reforço de efetivo, o que dá mais celeridade no andamento das atividades policiais: “Há um impacto direto na população local, dando mais segurança para o indivíduo se dirigir para a delegacia. A minha presença aqui como delegado fixo, irá agilizar ainda mais os processos”.

O prefeito da cidade, Aquiles da Costa (MDB), lembrou da história de fundação de Penha e Balneário Piçarras e, que apesar de ser mais velha, tinha suas questões jurídicas atreladas ao município vizinho. “Nunca foi uma competição. Muito pelo contrário. Ganha a Penha e ganha Balneário Piçarras, cuja Comarca estava muito sobrecarregada […] Penha conseguiu a sua independência. Então, nesse caso as duas cidades ganharam”, afirmou.

“Nunca foi uma competição”, afirma Aquiles, sobre a luta para formação da Comarca

O evento contou com a presença da vice-governadora, Marilisa Boehm, do secretário da Segurança Pública, Sargento Lima, do delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Ulisses Gabriel, da perita-geral da Polícia Científica, Andressa Boer Fronza, do diretor de Polícia do Litoral, Fábio Moreira Osório e do delegado Regional de Itajaí, Márcio Luiz Colatto. Do poder judiciário, os juízes da Comarca de Penha, Aline Vasty Ferrandi e Rodrigo Vieira de Aquino, e a promotora de Justiça da Comarca, Daniela Carvalho de Alencar, estiveram presentes.

SALA LÍLA
Após a solenidade, as autoridades conheceram a Sala Lilás, espaço destinado a acolher a mulher vítima de violência. No estado, existem 28 Salas Lilás, que funcionam 24 horas. O espaço é totalmente preparado para receber a mulher que sofreu uma agressão que, muitas vezes, chega à delegacia com os filhos. No local há brinquedoteca para que a criança fique enquanto a mãe presta o depoimento. A Sala foi inaugurada em março de 2022.

Confira também
as seguintes matérias recomendads para você